O PS, a CDU e o PAN subiram ligeiramente nas intenções de voto entre abril e maio. É o que revela o barómetro da Eurosondagem para a SIC e o Expresso divulgado esta sexta-feira. O Partido Socialista teve uma subida de 0,5%, convencendo agora 34,8% dos eleitores. A CDU teve um aumento modesto, de 0,1%, para 8,4%, enquanto o PAN regista uma subida ligeiramente mais expressiva — 0,4%, situando-se agora nos 1,7%.

Em sentido descendente estão PSD, CDS e Bloco de Esquerda, embora a queda seja igualmente ligeira. A maior descida das intenções de voto regista-se no CDS (menos 0,7%), que agora convence 7% dos inquiridos. Já o PSD cai 0,3% e o BE 0,1%. Os sociais-democratas teriam agora 31,7% dos votos e os bloquistas 9,6%.

O que aumentou entre abril e maio foi a popularidade de todos os líderes políticos. Marcelo Rebelo de Sousa é de longe a figura com avaliação mais positiva dos portugueses, com 56,3%. Seguem-se António Costa (com 25,1%, teve aumento de 1,2%), Catarina Martins (com 17,4% e subida de 0,2%), Assunção Cristas (12,9% e crescimento de 1,8%), Passos Coelho (12,3% e subida de 2,5%) e Jerónimo de Sousa, o líder com avaliação menos positiva (11,8%) mas aquele que teve uma subida de popularidade mais expressiva, de 5,7%.