Pelo menos oitenta pessoas morreram e outras cem ficaram feridas no ataque com um camião que atropelou a multidão na Promenade des Anglais, em Nice. Comemorava-se o Dia da Bastilha, o mais importante feriado nacional francês, e estavam milhares de pessoas na rua. Havia armas e explosivos dentro do camião, cujo condutor foi abatido pela polícia. Mais tarde foram encontrados documentos de um homem francês, de origem tunisina, com 31 anos e cujas páginas nas redes sociais mostravam simpatia com grupos islâmicos extremistas. No entanto, o ataque, até ao momento, não foi reivindicado.

O ataque em Nice, o mais mortífero na Europa a seguir aos atentados de Paris, acontece apenas quatro dias depois do final do Euro 2016 e a poucos dias do levantamento do estado de emergência em França, que acabou por ser alargado por mais três meses. O assunto marca a atualidade e é presença obrigatória nas capas dos jornais nacionais e internacionais. Veja algumas delas na fotogaleria em atualização.