A população de Macau vai ser convidada a sugerir os nomes definitivos dos pandas que nasceram no território há um mês, cabendo ao chefe do Governo a decisão final, que será anunciada, em princípio, quando as crias completarem 100 dias.

As duas crias, ambas do sexo masculino, nasceram a 26 de junho em Macau e foram batizadas, uma semana depois, com os nomes provisórios de Tai Pou e Sio Pou — comummente dados a crianças e que significam, respetivamente, “grande bebé” ou “grande tesouro” e “pequeno bebé” ou “pequeno tesouro”.

Os pandas nasceram com 135 gramas e 53,8 gramas, mas no início desta semana já pesavam 1.010 gramas e 753,6 gramas. Um mês depois do nascimento abandonaram a incubadora e apresentam as manchas pretas nas zonas dos olhos, orelhas, membros e ombros que os caraterizam.

A iniciativa para a escolha dos nomes definitivos, apresentada esta sexta-feira pelo Instituto dos Assuntos Cívicos e Municipais, vai decorrer entre 8 e 31 de agosto, período durante o qual a população pode obter e preencher os boletins através da internet (www.macaupanda.org.mo/naming) ou nos postos de atendimento daquele instituto.

Entre as regras a cumprir, está a obrigatoriedade de apresentar duas sugestões de nomes (uma por cada panda) e em chinês. O nome não pode ter duplo significado nem ser repetido, pelo que o IACM vai disponibilizar uma lista de nomes já atribuídos a pandas que foram cedidos pela China para o exterior.

As sugestões são selecionadas pelo IACM e pela equipa de profissionais oriundos do interior da China (Chengdu) que acompanha os pandas, e serão posteriormente enviadas ao chefe do executivo.

O concurso está apenas aberto aos residentes em Macau, excluindo visitantes ou portadores de ‘blue card’ (trabalhadores não residentes).

Quem participar fica habilitado ao sorteio de 200 prémios no valor de 200 patacas (cerca de 20 euros).

Como a probabilidade de haver várias pessoas a sugerir os mesmos nomes para os pandas é elevada, os que sugerirem os nomes finalmente escolhidos pelo chefe do Governo, Chui Sai On, vão disputar quatro prémios com o valor pecuniário de 5.000 patacas (cerca de 560 euros).

Estes são os primeiros pandas nascidos em Macau, filhos do casal oferecido pela China com os nomes em mandarim Xin Xin e Kai Kai, e que em cantonês (Sam Sam e Hoi Hoi) têm o significado de “alegria” e “felicidade”.

O panda é um animal com um especial simbolismo para a China, desempenhando também um papel ao nível da diplomacia chinesa, que tem a tradição de enviar estes animais para jardins zoológicos estrangeiros.