As novas tarifas da TAP entram em vigor esta quinta-feira – para voos a partir de 1 de outubro – e a grande novidade é a introdução da tarifa Discount. Esta tarifa, com bilhetes a partir de 32 euros, não inclui bagagem de porão, nem reserva de lugar. No extremo oposto está a tarifa Top Executive, incluindo valet parking (um serviço em que a empresa se encarrega de estacionar o carro ao cliente).

“Nos últimos anos temos assistido a um movimento na aviação que passa por uma contínua descida de tarifas”, justifica ao Observador António Monteiro, diretor de Comunicação da TAP. “O setor low cost ganhou uma grande fatia de mercado e teve de haver uma resposta dos outros setores a esta ofensiva.”

E a resposta da TAP chegou. A companhia aérea apresenta agora um conjunto de seis tarifas, quatro dentro da classe Económica e duas na classe Executiva. “Não nos tornámos low cost, passámos a ter flexibilidade”, esclarece António Monteiro. Garantindo que um dos serviços que continuará a marcar os voos da TAP são as refeições – adaptadas à duração do voo –, ainda que o preço do bilhete seja equivalente ao das companhias low cost.

A título de exemplo, um bilhete de Lisboa para Londres, que custaria até agora 69,42 euros, passará a custar 39 euros com a tarifa Discount (todas as taxas incluídas). Em média, os preços Discount são 34% mais baixos.

No caso de optar pela tarifa Discount saiba que esta não dá direito a mala no porão, nem a reserva de lugar 36 horas antes do voo. Se precisar mesmo de levar bagagem no porão e desejar marcar o lugar então tem ao dispor outra tarifa económica: a Classic. Já a tarifa Basic inclui bagagem de porão, mas não lhe dá a possibilidade de marcar o lugar. Garantido é que qualquer uma destas tarifas tem a possibilidade de, mesmo no próprio dia, acrescentar serviços. Mais, todas as tarifas de classe Económica oferecem a possibilidade de, mediante um pagamento extra (ou utilização de milhas) e dependendo do número de lugares vagos, passar para a classe Executiva. Dentro da classe Executiva, o Top Executive tem todos os serviços incluídos, enquanto o Executive tem limitações na alteração da reserva ou reembolsos.

Dentro da classe Económica da TAP já existia preços variados consoante a localização no avião, com os bilhetes mais baratos na parte de trás da cabine. A diferença agora é que não haverá número limite de passageiros que podem adquirir a tarifa mais baixa para um determinado voo. “Esperamos com isso melhorar a taxa de ocupação dos aviões”, diz António Monteiro.

Captura de ecrã 2016-08-31, às 19.21.50

Descrição das novas tarifas TAP, em vigor a partir de 1 de setembro – TAP Portugal

Por enquanto, os aviões vão continuar a ter o mesmo tipo de cabines, mesmo com a venda de bilhetes de tarifas diferenciadas, mas a partir do próximo verão haverá uma renovação dos interiores das cabines, num valor estimado de 40 milhões de euros. Nesta renovação, os lugares destinados aos passageiros Discount podem, à semelhança das companhias low cost, ter uma distância mais pequena entre cadeiras.

Estas novas tarifas só são aplicadas para voos dentro da Europa e norte de África (Argélia e Marrocos). Nos voos code-share (quando duas ou mais companhias partilham o voo), apenas as tarifas Classic, Plus, Executive e Top Executive são aplicáveis.