O tom, as acusações e algumas histórias polémicas desenterradas e trazidas a público estão a agitar a campanha do candidato republicano à Casa Branca. Donald Trump tem perdido força no Partido Republicano, nomeadamente depois das declarações do speaker da câmara, Paul Ryan. Agora são dois dos principais doadores da campanha a quererem tirar-lhe o tapete…

“Não posso expressar maior desilusão relativamente ao sucedido recentemente com o senhor Trump”, escreveu num email um doador, que já disponibilizou dezenas de milhares de dólares para a causa republicana, conta a NBC. O assunto do email revela o recuo no apoio a Trump.

“Arrependo-me de ter vindo a um evento de apoio a Trump e, em particular, permitir que o meu filho tenha feito parte do mesmo”, escreveu o mesmo doador, que também angariou fundos para a campanha republicana. “Respeitosamente peço o meu dinheiro de volta.”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A NBC teve acesso ao email de um segundo doador, que se diz atormentado depois do vídeo de 2005 trazido a público pelo Washington Post, onde Trump diz palavras ofensivas sobre as mulheres. “Não posso apoiar um homem sexista. Eu tenho três crianças e não vou apoiar um homem sexista e bruto. Espero uma devolução do dinheiro. Por favor processem imediatamente [o meu pedido] e obrigado pela ajuda”, escreveu o segundo doador.

A NBC ouviu o porta-voz da campanha de Donald Trump, Jason Miller, que negou ter conhecimento de tais pedidos. A fonte da publicação norte-americana foi um angariador de fundos. A identidade dos doadores não é conhecida.