A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, colocou de lado a tradição política da neutralidade para demonstrar claramente o seu apoio a Hillary Clinton, a candidata democrata nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

A líder popular do Partido Nacional Escocês (pró-independência) referiu numa coluna do jornal Sunday Mail que “espera fervorosamente” que Hillary Clinton tenha melhores resultados do que o seu rival republicano, Donald Trump, nas eleições presidenciais de terça-feira, nos Estados Unidos.

É raro os líderes políticos expressarem a sua opinião sobre as eleições de outros países enquanto a campanha ainda está a decorrer.

No entanto, a política escocesa disse que Hillary Clinton seria “uma grande Presidente” e que a eleição de uma mulher como líder dos Estados Unidos “também marcaria o rompimento de uma barreira em termos da igualdade para as mulheres”.

Nicola Sturgeon também declarou que Hillary Clinton, embora não seja perfeita, seria um grande modelo para as mulheres em todo o mundo.