Rádio Observador

Rolls-Royce

Solidariedade. Nove Wraith personalizados por lendas da música britânica

Nove exemplares do Rolls-Royce Wraith vão ser personalizados por algumas lendas do rock britânico. Roger Daltrey, dos The Who, é o primeiro. Parte da receita vai para beneficência.

Autor
  • António Sousa Pereira

Desde os primórdios do chamado rock’n’roll que o sucesso alcançado pelos seus maiores nomes se mediu, em boa parte, pelos automóveis que conduzem ou em que se fazem transportar. Com boa parte deles, nomeadamente os de origem britânica, a escolherem, sem surpresa, modelos da Rolls-Royce.

Perante isto, a prestigiada marca de Goodwood decidiu, em 2013, lançar uma série especial do Wraith destinada a celebrar esta ligação e denominada “Inspired by Music” (também houve a “Inspired by Films”, dedicada à Sétima Arte, e a “Inspired by Fashion”, dedicada à moda). O seu maior atributo, o sistema de som Bespoke Audio, anunciado como o mais exaustivamente desenvolvido de toda a história do automóvel, complementado por diversos pormenores evocativos deste atributo, nomeadamente as aplicações em cobre (ou em cor de cobre) espalhadas um pouco por todo o veículo – metal por norma utilizado nos melhores sistemas de som do mercado e, como é óbvio, presente no Bespoke Audio.

Agora, a Rolls-Royce decidiu ir mais longe e anunciou a materialização da sugestão formulada pelo célebre fotógrafo Alistair Morrison, inspirada nas suas fotografias dos mais importantes nomes da cena musical britânica, quando teve o primeiro contacto com o projecto “Inspired by Music”. Para o efeito, convidou alguns nomes emblemáticos do rock britânico para personalizarem nove unidades do seu coupé, baseadas nessa série especial “Inspired by Music”, mas dando origem a automóveis realmente únicos, que reflectirão a personalidade e a herança musical dos seus patronos, e constituirão uma colecção ainda mais exclusiva, de seu nome “Inspired by British Music”.

Destes, oito serão vendidos a coleccionadores da marca, através da sua rede de concessionários europeia, ficando o último a produzir reservado para um leilão a realizar em Abril de 2017 e cuja receita irá, na integra, para a Teenage Cancer Trust. Esta organização de beneficência, dedicada ao combate ao cancro e ao apoio aos jovens afectados pela doença, receberá ainda parte do valor de venda de cada um dos outros exemplares, não tendo a Rolls-Royce revelado nem o preço de cada unidade, nem que parte será doada à organização.

Chichester, Motor Cars, RRMC, Roger Daltrey, Rolls-Royce, Sussex, goodwood,

O primeiro ícone do rock britânico a ser convidado para este projecto foi Roger Daltrey, prometendo a Rolls-Royce revelar os nomes dos restantes envolvidos nos próximos meses, todos oriundos do panteão da realeza musical britânica. Por sinal, o vocalista dos The Who propôs-se colaborar na personalização não só do primeiro, como também do último dos Wraith Inspired by British Music que serão construídos (aquele que irá a leilão).

No primeiro caso, o veículo terá como inspiração o próprio património musical de Roger Daltrey, contando com diversos elementos iconográficos oriundos da história dos The Who, como o famoso alvo que serve de logótipo da banda, ou uma gravação a laser, nas portas, do movimento de balanço do microfone que o cantor celebrizou nas actuações ao vivo da banda.

Para a personalização do segundo automóvel, Roger Daltrey convidou Mike McInnerney, o criador da capa do quarto e um dos mais marcantes álbuns dos The Who, a ópera-rock Tommy (uma das duas da banda), lançado em 1969. McInnerney irá colaborar de muito perto com os artesãos da Rolls-Royce na criação de um elemento que promete traduzir, de forma extraordinária, a ilustração que serviu de base à capa do duplo LP, e que a marca garante que será, por si só, uma notável peça de coleccionador.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)