Os negócios do setor dos serviços aumentaram 7,6% em novembro face ao período homólogo, quando no mesmo mês de 2015 tinham caído 4,9%, informou esta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Para aquele aumento, pelo terceiro mês consecutivo, contribuíram as variações homólogas positivas de todas as secções que compõem o índice de volume de negócios nos serviços e que foram também superiores às observadas em outubro.

Os índices das secções de comércio por grosso, reparação de veículos automóveis e motociclos e de transportes e armazenagem registaram em novembro variações homólogas de 9,4% e 5,8%, contra 7% e 2,2%, pela mesma ordem, em outubro. Comparativamente com o mês anterior, o índice de volume de negócios nos serviços registou uma taxa de variação de 0,7%, contra 2% em outubro.

Os índices de emprego, de remunerações e de horas trabalhadas aumentaram 2,7%, 3,2% e 1,4%, respetivamente, contra subidas de 2,3% e de 3,2% e uma descida de 0,1% em outubro, pela mesma ordem.