O tenista búlgaro Grigor Dimitrov, 15.º do ‘ranking’ mundial, qualificou-se esta quarta-feira para as meias-finais do Open da Austrália, primeiro ‘Grand Slam’ do ano. No terceiro jogo dos quartos de final desta edição, Dimitrov, que em 2016 também tinha chegado a esta fase, venceu o belga David Goffin, 11.º do circuito, em três ‘sets’, pelos parciais de 6-3, 6-2 e 6-4, em duas horas e 12 minutos.

Esta foi a segunda vez que os dois jogadores se cruzaram no circuito, com Dimitrov a repetir o triunfo sobre o belga. A anterior vitória tinha sido alcançada pelo búlgaro em outro torneio do ‘Grand Slam’, o Open dos Estados Unidos, em 2014. Nas meias-finais, Dimitrov defrontará o vencedor do encontro, também marcado para esta quarta-feira, entre o canadiano Milos Raonic, terceiro jogador do ‘ranking’, e o espanhol Rafael Nadal, nono do circuito e campeão na Austrália em 2009.