O mês de fevereiro arrancou com a novidade: em junho deste ano realiza-se em solo nacional aquela que é considerada a primeira wine summit a nível mundial, considerando o formato com que foi concebida. À data, nomes fortes foram avançados para a Must — Fermenting Ideas, sobretudo quando se escreveu que Alice Feiring, conhecida pelo seu trabalho desenvolvido em torno dos vinhos naturais, e Felicity Carter, editora da Meininger’s Wine Business International, estavam entre os oradores. A estas duas autoridades juntam-se, agora, convidados de peso, incluindo o crítico e editor executivo de vinhos no New York Times.

Vem aí uma Web Summit de vinhos. E é um Must

Eric Asimov — que à semelhança de Robert Parker é conhecido por falar sobre as coisas tal como elas são, independentemente do que os outros possam pensar — é um nome temido na indústria do vinho e, segundo o comunicado de imprensa disponibilizado em primeira mão ao Observador, o crítico não tem por hábito participar em eventos internacionais deste género.

Além do trabalho que faz no The New York Times (NYT), Asimov é ainda o autor de livros como “How to Love Wine: A Memoir and Manifesto,’’ “Wine With Food: Pairing Notes and Recipes From The New York Times’’ e ainda o “The New York Times Book of Wine’’, onde se encontra uma grande parte da coluna de opinião que assina para o mesmo jornal. Acrescente-se ainda que Eric Asimov, que nunca deixou de nutrir carinho pelos temas de gastronomia, permanece co-autor do guia de restaurantes do NYT.

Mas Eric Asimov não vem sozinho e a ele vão juntar-se mais dois convidados: José Vouillamoz e Geoff Kruth. Quem? O primeiro é tido como uma autoridade mundial no campo das castas e, em conjunto com Jancis Robinson e Julia Harding, escreveu aquela que é considerada a bíblia das castas, onde descreve os milhares tipos de uvas existentes no mundo. Geoff Kruth, por sua vez, é o presidente da Guild of Sommeliers, a associação que reúne os melhores escanções dos Estados Unidos da América, além de ser o criador e fundador da competição internacional de sommeliers “Top Somm”.

A Must – Fermenting Ideas acontece no Centro de Congressos do Estoril, em Cascais, entre 7 e 9 de junho e tem organização portuguesa: Paulo Salvador, jornalista e editor executivo da TVI, e Rui Falcão, um dos críticos de vinhos mais conceituados no país são os promotores do evento. A “wine summit” vai reunir alguns dos maiores especialistas em vinho do mundo em Portugal e, apesar de estar vocacionada para profissionais, está aberta a qualquer participante que se queira inscrever como congressista (até 15 de março, os bilhetes estão à venda por 620 euros, os quais incluem refeições para os três dias de trabalho, provas de vinhos e eventos paralelos).