O procurador-geral norte-americano (ministro da Justiça), Jeff Sessions, pediu esta sexta-feira a demissão de 46 procuradores federais que foram nomeados durante a administração presidencial anterior e ainda permanecem no cargo.

Em comunicado, o Departamento de Justiça refere que o pedido é idêntico aos que foram feitos no passado quando a presidência do país mudou.

O Departamento de Justiça adianta que muitos procuradores federais nomeados pelo Governo de Barack Obama já deixaram os cargos, mas o Procurador-Geral dos Estados Unidos [correspondente ao de ministro da Justiça em Portugal] pede agora a demissão dos 46 procuradores que ainda permanecem no cargo.

Nos Estados Unidos, há 93 procuradores federais.