Os vereadores do PS vão propor, na próxima reunião da Câmara Municipal do Porto, a criação “imediata” de um grupo de trabalho para preparar a candidatura da cidade para receber a Agência Europeia do Medicamento (EMA).

“Ao levar esta proposta à reunião do executivo municipal, mostramos que, independentemente de termos ou não pelouros, continuamos a contribuir para o progresso e sucesso da cidade do Porto”, afirmou este sábado à Lusa o líder da Federação Distrital do PS/Porto, também candidato às eleições autárquicas de outubro, Manuel Pizarro.

O socialista referiu que o dossier de candidatura, preparado por um grupo de trabalho que deve incluir a autarquia, representantes das instituições de saúde e de ensino superior e das entidades económicas da região, deverá ser submetido ao Governo até ao fim de junho.

“O Porto reúne todas as condições para ser considerada pelo Governo nessa candidatura nacional. Localizam-se na nossa cidade algumas das mais importantes unidades de saúde do país, um conjunto de instituições de ensino superior com enorme prestígio, o maior laboratório ibérico no domínio das ciências da saúde (I3S) e, na área metropolitana, a sede do Health Cluster Portugal”, salientou.

Além disso, Pizarro lembrou que a cidade está servida por “modernas” infraestruturas com destaque para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, por anos sucessivos considerado o melhor da Europa na sua dimensão, e uma rede hoteleira de “grande qualidade”.

O Porto acolhe ainda um vasto conjunto de estruturas culturais com uma programação “cosmopolita e atraente”, acrescentou.

“Trata-se de um assunto de grande importância para a cidade e para a região, que deve ser tratado com competência e seriedade, sem nos deixarmos confundir com quaisquer guerras Norte/Sul”, considerou.

Segundo o socialista, o Porto tem aqui uma oportunidade para mostrar a sua “coesão e determinação” em estar na linha da frente do desenvolvimento e da atração de investimento, sublinhando que o PS está disponível para, também nesta matéria, dar o seu melhor a favor da cidade.

“A eventual localização da Agência Europeia do Medicamento no nosso país é muito positiva e os esforços do Governo Português para que isso possa acontecer merecem todo o apoio”, vincou Manuel Pizarro.

O Conselho de Ministros aprovou em abril a candidatura de Portugal a sede da Agência Europeia do Medicamento, uma vez que devido à saída do Reino Unido da União Europeia a entidade terá que ser relocalizada.