O Presidente dos Estados Unidos recorreu ao Twitter para defender a prestação do filho numa entrevista à Fox News sobre o encontro que teve com uma advogada russa antes das presidenciais norte-americanas. “O meu filho Donald fez um ótimo trabalho ontem à noite. Foi aberto, transparente e inocente. Esta é a maior caça às bruxas na história política. Triste!”, lê-se na página de Twitter de Donald Trump.

Na entrevista, que ocorreu na noite de terça-feira, Donald Trump Jr. garantiu não ter avisado o pai — na época candidato às eleições — do encontro com uma advogada russa que dizia ter informação prejudicial contra Hillary Clinton. Ainda assim, assume que, hoje em dia, faria as coisas de maneira “um bocadinho diferente”. A troca de mails entre Trump Jr. e a advogada foi divulgada pelo próprio através da sua página de Twitter quando percebeu que o The New York Times ia publicar a informação.

Trump Jr. diz que não avisou pai da reunião. “Não havia nada para contar”

Pouco minutos depois deste tweet, o Presidente Trump voltou à carga e apontou o dedo aos órgãos de comunicação, que apelida de “media falsos” (“fake media”). “Lembrem-se, quando ouvirem as palavras ‘fontes dizem’ por parte de Media Falsos, muitas vezes essas fontes são inventadas e não existem”, lê-se na publicação.

Trump Jr. reuniu-se com russos para ouvir informações sobre Clinton