O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou neste sábado o Governo de desinvestir em meios essenciais na educação, saúde, defesa e segurança interna, sublinhando que apenas foi criada uma “ilusão”.

“Dizem que as coisas estão resolvidas, mas fazem o contrário do que prometeram, pois desinvestiram, criando problemas nas políticas públicas. Olhando para a saúde, educação, defesa e segurança interna vemos que faltam meios essenciais em termos de investimento”, afirmou Pedro Passos Coelho, à margem da apresentação de candidaturas do partido ao concelho de Vila do Conde, Porto.

Numa referência a “ilusões”, o líder do PSD acrescentou que o Governo do PS “quis dar a impressão de que tudo se resolvia, que haveria dinheiro para tudo e que gastando mais era possível ter menos défice”, mas, segundo Passos Coelho, esta é uma “mentira com perna curta” em relação à qual “será uma questão de tempo até que as pessoas percebam”.