As remessas dos trabalhadores portugueses no estrangeiro subiram 22,4% em maio, comparando com o mesmo mês do ano passado, enquanto as verbas enviadas para os seus países pelos estrangeiros a trabalhar em Portugal aumentaram 9,4%.

De acordo com os dados divulgados, esta quarta-feira, pelo Banco de Portugal, as remessas dos emigrantes passaram de 246 milhões de euros em maio do ano passado, para 301,2 milhões em maio deste ano.

Em sentido contrário, as verbas enviadas pelos trabalhadores estrangeiros que trabalham em Portugal passaram de 44 milhões em maio do ano passado para 48,1 milhões de euros em maio deste ano.

Como tradicionalmente, os emigrantes portugueses em França foram os que mais contribuíram para o valor final das remessas, tendo enviado 90,4 milhões de euros, o que representa uma subida de 10,5% face aos 81,8 milhões enviados em maio do ano passado.