O chefe do Estado-maior norte-americano, Joseph Dunford, admitiu esta quinta-feira que uma solução militar na Coreia do Norte seria “horrível” mas permitir que Pyongyang desenvolva a capacidade de lançar um ataque nuclear aos Estados Unidos é “inimaginável”.

Dunford falava em Pequim aos jornalistas quando disse que seria “absolutamente horrível se houvesse uma solução militar para este problema, não há dúvidas disso”. No entanto, “o que é inimaginável é permitir que Kim Jong-un desenvolva mísseis balísticos com uma ogiva nuclear que possam ameaçar os Estados Unidos e continuar a ameaçar a região”, afirmou.

Dunford disse ainda que o Presidente Donald Trump pediu diretamente para ser “desenvolvida uma opção militar credível”. “É exatamente isso que estamos a fazer”, afirmou.

O chefe do Estado-maior norte-americano respondeu assim a questões sobre comentários do estrategista de Trump, Steve Bannon, numa entrevista publicada na quarta-feira. Bannon afirmou que não há solução militar para a ameaça da Coreia do Norte e das suas ambições nucleares, apesar do compromisso recente do Presidente de responder a novas agressões com “fogo e fúria”.