A empresa Facebook anunciou esta quinta-feira que vai fornecer o conteúdo de três mil anúncios, comprados por uma agência russa, a congressistas que estão a investigar interferências de Moscovo nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016.

A decisão ocorre depois de a empresa ter sofrido pressões crescentes de congressistas para divulgar o conteúdo dos anúncios. O Facebook já entregou os anúncios às autoridades federais que estão a investigar a interferência russa.

Os líderes da comissão de Informações do Senado têm procurado trazer executivos do Facebook ao Congresso, desde que a empresa revelou a existência da publicidade há duas semanas.