Autárquicas 2017

Sondagem Expresso/SIC coloca André Ventura em terceiro lugar e CDU a ganhar em Loures

456

A última sondagem para o concelho de Loures põe a CDU à frente, com 36,6% das intenções de voto, mas sem maioria. Por Coimbra, o PS lidera, mas também sem maioria.

ARMENIO BELO/LUSA

A última sondagem da Eurosondagem sobre as Eleições Autárquicas em Loures põe o candidato da CDU, Bernardino Soares, à frente, com 36,6% mas sem maioria, segundo a última projeção realizada para o Expresso e para a SIC.

Atrás deste aparece a socialista Sónia Paixão (28,2) e, só depois, o candidato André Ventura (18,2) — conhecido pelas suas polémicas declarações sobre a comunidade cigana no concelho. Nos últimos lugares surgem os candidatos do BE (5%), Fabian Figueiredo, e do CDS-PP, Pedro Pestana Bastos (2,8).

Quanto a números, o PSD subiria dois pontos (de 16% para 18,2%) relativamente às últimas autárquicas, mas ficaria com o mesmo número de vereadores com que conta neste momento no concelho: dois. A CDU, que hoje lidera, também cresceria dois pontos e ficaria com cinco vereadores e os socialistas conseguiriam dois.

Os resultados mostram que, se as eleições fossem hoje, a CDU não conseguiria governar com maioria absoluta, o que pode vir a tornar-se um problema para o candidato apoiado pelos comunistas. Isto porque Bernardino Soares já negou a hipótese de coligação ao PSD de André Ventura, tal como o PS também já afirmou querer governar sozinho.

De acordo com os dados técnicos da sondagem, 15,5% dos inquiridos não responderam ou não sabem em quem votar. O erro máximo da amostra é de 3,67% para um grau de probabilidade de 95%.

Manuel Machado lidera em Coimbra, também sem maioria

Por Coimbra, o cenário é diferente. A sondagem da Universidade Católica Portuguesa para a RTP e Antena 1 revela que as intenções de voto põem o PS de Manuel Machado à frente na Câmara de Coimbra com 35%, mas sem maioria absoluta. A confirmar-se, seria o quinto mandato não consecutivo à frente da Câmara do candidato, mas o partido perderia um vereador.

Em segundo aparece a coligação “Mais Coimbra” PSD/CDS-PP/MPT/PPM (25%) e em terceiro o movimento “Somos Coimbra” (16%). O movimento “Cidadãos por Coimbra” surge em quarto (9%) e, por último, a CDU (9%).

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)