Literatura

“Melhor escritor nacional”? Editora de Rodrigues dos Santos diz que se baseia em estudos de opinião

2.318

Na badana do novo livro de José Rodrigues dos Santos está escrito que o autor "é considerado pelos portugueses o melhor escritor nacional". A editora diz que se fundamenta em estudos de opinião.

Steven Governo / Global Imagens

Autores
  • Rita Ferreira
Mais sobre

O mais recente romance de José Rodrigues dos Santos chegou às bancas com uma polémica na badana. No texto que traz as notas biográficas do autor lê-se: “É considerado pelos portugueses o melhor escritor nacional”. Logo começaram as críticas. O melhor? De agora? De todos os tempos? E é considerado por quem? Todos os portugueses? Uma amostra significativa? E como? Foi feita uma votação?

Para desfazer as dúvidas, tanto de quem o ama, como de quem o odeia, procurámos respostas junto da editora do jornalista da RTP. E chegou a resposta por email: “A informação constante na badana do romance “Sinal de Vida” de José Rodrigues dos Santos baseia-se nos estudos de opinião elaborados sobre o assunto”, refere a Gradiva.

São, detalha a editora, estudos feitos pelas Seleções do Reader’s Digest e pela U-Scoot Lda., que entregam todos os anos o Prémio Confiança e o Prémio 5 Estrelas e que escolheram José Rodrigues dos Santos como a principal figura da literatura nacional desde 2012 até 2017. “Em 2012, os Prémios de Confiança das Seleções do Readers Digest começaram a questionar painéis de pessoas sobre qual o Escritor de Confiança de Portugal. Em todas as edições, sem excepção, realizadas entre 2012 e 2017, a escolha dos portugueses recaiu sobre o autor da Gradiva.” Segundo informações prestadas no site da editora, aquando da atribuição do galardão em 2012, votaram neste prémio os 12 mil assinantes da revista. O mesmo aconteceu nos Prémios 5 Estrelas, que contam apenas com duas edições, diz a Gradiva. Neste caso, consultando o site que promove o prémio, não é dada a informação sobre a amostra do estudo.

Na verdade, toda a informação relativa à “preferência dos portugueses”, encontra-se na página quatro do livro, onde está escrito: “O autor é o escritor preferido dos portugueses segundo os estudos das Seleções do Reader’s Digest e do Prémio 5 Estrelas”.

E assim sendo, a editora Gradiva considera que pode tirar a ilação de que o autor se encontra “no topo” das preferências dos leitores portugueses: “Como é evidente não haverá unanimidade tal como não haverá unanimidade em qualquer outro estudo deste tipo que recaia sobre qualquer outro assunto ou personalidade mas parece-nos que oito estudos consecutivos em que o autor é escolhido por um vasto número de portugueses nos pode levar a concluir que se encontra no topo das preferências dos leitores portugueses”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Mundial 2018

O treinador de outras eras /premium

Bruno Vieira Amaral

Identificar os jogadores pelo número da camisola e não pelo nome, em especial quando se trata de alemães, islandeses e iranianos, é prova da superioridade do treinador arcaico.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)