Já são cinco os casos de vítimas a acusarem o ator norte-americano Kevin Spacey de assédio sexual. A antiga apresentadora de televisão Heather Unruh acusou esta quarta-feira o ator de ter abusado do filho, quando este tinha 18 anos, em julho de 2016. De acordo com Unruh, citada pela CNN, o caso ocorreu num bar em Nantucket (Massachussets), quando o ator colocou as mãos “por dentro das calças” do seu filho e o “apalpou nos genitais”, sem consentimento.

O filho de Heather Unruh terá pedido a Spacey para lhe comprar álcool (só os maiores de 21 anos podem fazê-lo) e, na sequência desse favor, terá depois tocado no jovem e chegou a convidá-lo para uma festa. O filho da ex-apresentadora de televisão terá “entrado em pânico”, tendo depois aproveitado uma ida de Spacey à casa de banho para sair do bar. Na altura, o filho de Unruh decidiu não fazer queixa à polícia, mas contou à mãe e a outros familiares o que tinha acontecido.

Depois do primeiro caso de assédio — em que foi acusado de seduzir um jovem ator de 14 anos, Anthony Rapp, em 1986 — têm sido conhecidos novos casos de assédio. A 3 de novembro foram noticiados três novos casos de atores a acusar Spacey de abusos. Com este caso, já são, pelo menos, cinco as vítimas de assédio e abuso sexual por parte do ator.

Mais três acusações de assédio contra Kevin Spacey