O governo são-tomense anunciou esta segunda-feira que o consórcio BP e Kosmos Energy venceram o “concurso restrito” para a exploração dos blocos 10 e 13 da sua zona económica exclusiva.

Em comunicado divulgado pela Agência Nacional de Petróleo, a empresa estatal indica que a “assinatura do contrato de partilha de produção de petróleo e gás” destes dois blocos situados na Zona economia Exclusiva (ZEE) de são Tomé e Príncipe decorre “nos próximos dias”.

O governo são-tomense lançou o concurso público para a exploração destes dois blocos em outubro do ano passado.

A norte-americana Kosmos Energy e a britânica BP já operam nos blocos 11 e 12 e no bloco 6 em conjunto com a portuguesa Galp, todos na Zona Económica Exclusiva são-tomense, tendo a empresa americana anunciado no ano passado que vai iniciar a perfuração nestes dois blocos em 2019, onde acredita existir petróleo em quantidade comercial, de acordo com os estudos sísmicos efetuados durante os primeiros seis meses de 2017.