A empresa sueca IKEA acaba de anunciar que o seu fundador e proprietário, Ingvar Kamprad, morreu hoje, aos 91, na sua casa em Småland.

A gigante marca de mobiliário começou no jardim da casa de Kamprad (que teria 17 anos, na altura), num pequeno anexo onde apenas se podia comprar relógios e cartões de Natal, mas cresceu rapidamente, tendo-se tornado famosa pela forma compacta e simplificada como vendia moveis e artigos de decoração.

Kamprad, que chegou a ser um dos homens mais ricos da Europa, mudou-se para a Suíça em 1970, de forma a evitar os elevados impostos suecos. Em 2013, porém, “regressou a casa” depois da morte da mulher, Margareta.

Em 1986, Ingvar abandona o seu papel de CEO da IKEA, mas mantém-se no conselho de direção de outra empresa do grupo — a Inter IKEA Group — por mais 27 anos. Atualmente, o seu papel enquanto líder máximo da popular marca de mobiliário é ocupado por Mathias, o seu filho mais novo.

Segundo os resultados mais recentes, a marca “IKEA” fatura, em média, 50 mil milhões de euros anualmente

Curiosamente, a palavra “IKEA” é um acrónimo que junta as suas inicias (o “I” e o “K”) com as da quinta de família (chamava-se Elmtaryd, daí o “E”) e as da vila mais próxima da sua casa, Agunnaryd (o “A” final).