Super Bowl

Fazem chorar, rir, comprar… e criticar: 34 anúncios do Super Bowl 2018

134

O intervalo do Super Bowl é o filão de ouro das marcas. Pagam-se bons milhões para aparecer, há (quase) sempre retorno. Estas são algumas das publicidades mais antecipadas do "jogo dentro do jogo".

O jogo entre os Philadelphia Eagles e os New England Patriots terminou com a vitória da equipa da Pensilvânia, mas há outra partida onde todos saem a ganhar: o intervalo do Super Bowl. E não apenas para os artistas, que veem as vendas dos álbuns aumentarem nas semanas seguintes à final do futebol americano. É que, por um lado, a organização do Super Bowl ganha muitos milhões (mesmo muitos milhões) por cada marca que quer ver o seu símbolo estampado no televisor de milhões de pessoas durante o evento; e por outro, essas marcas têm uma oportunidade de ouro de se fazerem ouvir junto do público.

[Morgan Freeman, Anthony Hopkins e Ronaldo. Veja no vídeo os 6 anúncios mais surpreendentes]

Aqui em baixo pode ver algumas das publicidades mais antecipadas do Super Bowl de 2018.

Doritos: “Doritos Blaze vs. MTN Dew Ince”

As marcas da PepsiCo, Doritos e Mountain Dew, entraram numa batalha de sincronização labial mal amanhada. Peter Dinklage luta pela Doritos com Busta Rhymes e Morgan Freeman fica do outro lado da barricada — a da Mountain Dew — com Missy Elliot. E o resultado é este.

Vencer camiões com discursos de Martin Luther King? “Inacreditável”

Nem todos os anúncios, porém, foram alvo de aplausos ou motivo de diversão. A fabricante de camiões Ram decidiu recorrer a um discurso de Martin Luther King Jr. e usar a sua voz num anúncio que acabou por se virar contra a marca. Quem viu e ouviu não gostou e criticou a falta de bom senso na escolha daquele discurso com fins comercial: “eles usaram mesmo as palavras do dr. King sobre valores para vender camiões?”, perguntava o New York Times num resumo do que parece ser o sentimento crítico geral – “inacreditável”, lê-se em muitas reações nas redes sociais.

Amazon: “Alexa Looses Her Voice”

Depois do bom trabalho que fez nos Grammy da semana passada ao lado de Bruno Mars, Cardi B volta ao palco do Super Bowl para uma publicidade da Amazon. E vai fazer parte de um grupo no mínimo peculiar: além da cantora, também a atriz Rebel Wilson, o ator Anthony Hopkins e o chef Gordon Ramsay vão entrar na publicidade. Todos terão como missão substituir a voz de Alexa, a assistente virtual da Amazon, que perdeu a voz.

Budweiser: “Stand By You”

É uma marca habituada aos intervalos do Super Bowl e desta vez, mas não pela primeira vez, apostou num anúncio emotivo. A Budweiser vai mostrar numa publicidade de um minuto a campanha em que distribuiu água pelas populações afetadas por desastres naturais no ano passado.

Tourism Australia (?): “Crocodile Dundee”

Ninguém sabe ainda quem está por detrás de um conjunto de quatro anúncios promocionais que têm como personagem principal o Crocodilo Dundee, regressado do filme homónimo dos anos 80. Seja quem for, conseguiu juntar numa só ação promocional nomes tão sonantes como Danny McBride, Chris Hemsworth, Margot Robbie, ugh Jackman e outras estrelas. Todas têm uma coisa em comum: são australianas. E é por isso que há desconfianças de que o anúncio pertence ao Turismo da Austrália.

Pringles: “WOW”

Acabadinha de chegar ao universo das publicidades milionárias da Pringles, a marca da Kellogg contratou o ator e comediante Bill Hader para um anúncio de 30 segundos. Ficou assim.

Hulu: “Castle Rock”

A Hulu aproveitou o Super Bowl para promover um thriller novo, o “Castle Rock”, um projeto de Stephen King. O problema é que não é a única companhia com serviços de streaming a aproveitar o intervalo mais caro do planeta para promover uma série. E a competição é de peso.

Amazon Video: “Tom Clancy’s Jack Ryan”

É esta a competição de peso. A Amazon Video também vai promover “Tom Clancy’s Jack Ryan”, uma série que apresenta da seguinte maneira: “Siga o dinheiro, salve o mundo. Um primeiro olhar sobre o tão aguardado suspense da CIA centrado no famoso e louvado herói Tom Clancy e em como se transforma de analista em super-agente”.li

Sprint: “Evelyn”

A Sprint Nextel, empresa de telecomunicações norte-americana, lançou uma publicidade inspirada na série “Westworld”, a série da HBO que imagina um mundo de tecnologia avançada que cria uma espécie de circo para os mais poderosos. O mais interessante é que esta publicidade já está a ser vista como uma provocação à Verizon, que já admitiu que vai ter um anúncio da Super Bowl, embora ainda não o tenha divulgado.

Coca-Cola: “The Wonder Of Us”

A Coca-Cola voltou a apostar numa publicidade que puxa ao coração e onde celebra todos os consumidores deste refrigerante como sendo únicos: “Não há ninguém como tu. Ou ela. Ou ele. Ou eles. O mundo está cheio de mais de 7 mil milhões de tus únicos que são todos especiais nos seus próprios caminhos. E enquanto somos diferentes, há uma Coca-Cola para cada um de nós”.

Pepsi: “This Is The Pepsi”

Só que a Pepsi não se deixou ficar. E também puxa ao coração do público, desta vez pelo saudosismo que criou com a recriação de uma das mais emblemáticas publicidade do Super Bowl com famosos como Cindy Crawford e a voz de Jimmy Fallon. Esta pode ser mesmo o anúncio de todos os anúncios: é que a Pepsi também é a patrocinadora oficial do intervalo do Super Bowl.

Wendy’s: “Iceberg”

A técnica da Wendy’s foi atacar o inimigo. Lembram-se daquela troca de tweets em que esta marca de hambúrgueres gozou com o McDonald’s porque anunciou que iria usar produtos frescos. Na altura, a Wendy’s perguntou à concorrência se isso significava que os produtos usados até agora não eram frescos. E agora continua na mesma onda de ataque.

Groupon: “Who Wouldn’t”

Tiffany Haddish é a porta-voz da mesma da Groupon: sempre que escolher essa marca, está a ajudar o comércio local. “Quem não alinharia com isso?”, pergunta a atriz de Girl’s Trip. A escolha é natural: Tiffany Haddish tinha revelado no programa de Jimmy Fallon que tinha usado a Groupon para levar Jada Pinkett Smith e Will Smith num passeio em Nova Orleães.

M&M’s: “Human”

Imaginem o que era se o M&M vermelho estivesse tão farto de fugir de humanos esfomeados e gulosos que até desejasse ser um deles. Para a M&M’s, se isso acontecesse o Vermelho transformar-se-ia em Danny DeVito.

Stella Artois: “Water.org”

Matt Damon é o co-fundador da Stella Artois e é também o protagonista que a empresa criou para o Super Bowl. A mensagem é a seguinte: “Uma coisa tão simples: água limpa ao abrir uma torneira. No entanto, milhões de pessoas no mundo em desenvolvimento gastam até 6 horas todos os dias apenas para recolher a água de que precisam para sobreviver. Mas tu podes ajudar. Apenas um Stella Artois Chalice de edição limitada fornece água para uma pessoa, impactado a crise global da água por cinco anos”.

Michelob ULTRA: “The Perfect Fit”

O anúncio da marca de cerveja Michelob ULTRA conta com a presença de Chris Pratt, que no vídeo aparece a fazer exercício físico sem deixar de beber cerveja. Uma contradição, visto que o ator admitiu no Instagram que teve mesmo de abandonar a cerveja para se preparar para um papel que interpretou em 2015. A publicidade inclui uma segunda parte que junta atletas como Brooks Koepka, Kelly Slater e Shalane Flanagan.

Squarespace: “Make It”

A Squarespace é um software que funciona como uma plataforma de armazenamento de websites. Adivinhe: exatamente, é a Squarespace que está responsável por assegurar o site da companhia de motas de Keanu Reeves.

Kia Motors America: “Feel Something Again”

Steven Tyler é a estrela por detrás da publicidade que a Kia Motors escolheu para promover o novo Kia Stinger, que tem 365 cavalos de potência. Entre um carro assim e um ator assim, quem ganha a batalha? É essa a pergunta no cerne deste anúncio.

Universal Parks & Resorts: “Vacation Quarterback”

Nesta publicidade, o quarterback reformado Peyton Manning torna-se treinador de uma família que visitou um dos parques da Universal. É um papel que lhe assenta bem: com 18 anos de experiência — catorze deles nos Indianapolis Colts e os outros quatro nos Denver Broncos –, Peyton Manning é considerado um dos melhores atletas de futebol americano da sua geração.

Avocados from Mexico: “#GuacWorld”

“Uma sociedade perfeita desvenda-se quando percebem que deixaram algo bastante importante para trás”. É assim que a Avocados from Mexico descreve a publicidade com o ator Chris Elliott que lançou no Super Bowl. É a história de uma sociedade que tem abacates, mas não batatas fritas para acompanhar.

Lexus Vehicles: “Black Panther”

Chadwick Boseman e Letitia Wright, do filme “Pantera Negra”, aproveitam a deixa para patrocionar o Lexus LC 500 que os acompanha nas aventuras do super-herói da Marvel. O filme vai ser lançado nos Estados Unidos a 16 de fevereiro.

Wix: “Rhett & Link”

Rhett & Link, uma das duplas mais famosos da Internet, foram contratadas pela Wix para mostrar como é fácil construir e publicar um site a partir dessa ferramenta. É uma espécie de tutorial em que tudo corre bem.

Turkish Airlines: “5 Senses”

É Dr. Oz que faz a publicidade à Turkish Airlines, uma das melhores companhias aéreas do mundo. Fala dos cinco sentidos envolvidos numa grande experiência de viagem.

Universal Pictures: “Skyscraper”

A Universal vai aproveitar a deixa para promover o filme “Skyscraper”, um thriller recheado de crime, ação e muito desastre onde Dwayne Johnson participa (nada de estranho para este tipo de filmes). Vai estrear no verão, mas há que aproveitar o melhor espaço publicitário do ano.

Paramount: “Mission: Impossible—Fallout”

A Paramount está a preparar-se para lançar mais um “Missão Impossível”, com Tom Cruise como protagonista. O trailer também vai passar nos intervalos do Super Bowl. O vídeo no YouTube acabou de ser publicado.

20th Century Fox: “Red Sparrow”

Depois de ter lançado “Mother!”, que estrou nos cinemas à relativamente pouco tempo, a 20th Century Fox lançou o trailer para o filme “Red Sparrow” com Jennifer Lawrence no papel de protagonista.

Disney: “Solo: A Star Wars Story”

Mais um filme para a coleção de trailers a serem publicados graças à chegada do Super Bowl. Quem assistir ao jogo também poderá espreitar um pouco do novo filme da saga “A Guerra das Estrelas”, desta vez concentrado em Han Solo.

Kraft: “Calling All Families”

A marca de comida Kraft publicitou os seus produtos no Super Bowl pela primeira vez. O anúncio provocou muito burburinho na Internet porque estará a ser filmado em tempo real com imagens de famílias reunidas enquanto decorre o jogo.

Bud Light: “Ye Olde Pep Talk”

O nome desta publicidade é, na verdade, apenas uma das três partes que compõem o anúncio “Dilly, Dilly”, que a Bud Light usou inspirando-se no tempo medieval veiculado por séries como “A Guerra dos Tronos” e “O Senhor dos Anéis”. Mostra um exército pronto a ir para a guerra, enquanto o exército da Bud Light está mais pronto para uma boa festa.

WeatherTech: “American Factory”

A marca de acessórios para automóveis aproveitou as circunstâncias para falar sobre a nova fábrica que está prestes a abrir nos Estados Unidos.

E*Trade: “This Is Getting Old”

“Cerca de um terço dos americanos não têm poupanças para a reforma. Isso é envelhecer. No E * TRADE, queremos capacitar as pessoas de todas as idades para assumir o controlo do seu destino financeiro para que possam desfrutar dos seus anos dourados da maneira que eles escolherem. Porque nunca é tarde demais para começar a poupar para a reforma”. Esta é a (arrojada) mensagem da E*Trade.

Toyota: “Good Odds”

Esta publicidade da Toyota tem como estrela a atleta paralímpica Lauren Woolstencroft. É apenas um dos anúncios que explora a mobilidade ao longo da vida, desde gatinhar até conduzir.

Hyundai: “NFL”

A publicidade da Hyundai é uma continuação do anúncio que a marca lançou o ano passado, também no intervalo da Super Bowl. Recorde-se que, no ano passado, a Hyundai usou um vídeo 360º para reunir os militares fora dos Estados Unidos com as famílias enquanto assistiam ao evento desportivo.

Quicken Loans: “Rocket Mortgage”

Como publicitar um contrato de mútuo de forma divertida? A Quicken Loans chamou Keegan-Michael Key para fazer magia.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)