As ruas enchem-se de gente, o vermelho reflete-se em toda a parte, há fogo de artifício, foguetes, lanternas e os famosos dragões. Os mercados de flores ficam apinhados de famílias e os templos atraem milhares de pessoas. Acima de tudo, há um sentimento especial, afinal, hoje, dia 16, comemora-se o primeiro dia do Ano Novo chinês, conhecido também como Ano Novo Lunar ou Festa da Primavera.

Assinala-se o ano 4716 do calendário chinês, o ano do Cão de Terra, que termina a 5 de fevereiro de 2019. Os festejos iniciaram-se na véspera, com os mais simbólicos trajes coloridos, os desfiles e as chamadas danças de leão. As famílias reúnem-se numa festa única que dura duas semanas: aqueles que emigraram voltam ao país natal para celebrarem este período com os seus entes queridos. São muitas as tradições que se cumprem para alcançar um ano afortunado e cheio de sorte, de acordo com o South China Morning Post.

Mas afinal o que significa ser o ano Cão de Terra? Cada ano é representado por um dos 12 animais — Rato, Búfalo, Tigre, Coelho, Dragão, Serpente, Cavalo, Cabra, Macaco, Galo, Cão ou Javali — e, este ano, o Cão é acompanhado do elemento Terra, mas poderia ser também Cão Metal, Água, Madeira ou Fogo. Cada um tem as suas respetivas características.

No Oriente, o Cão é visto como um símbolo de lealdade e proteção, pelo que este ano será caracterizado por valores como a honestidade, a solidariedade e a procura da verdade e da justiça. O elemento Terra acaba por estar muito ligado àquilo que a terra tem para oferecer ao Ser Humano.

O zodíaco chinês é algo mítico e são muitas as lendas que o tentam explicar. A mais conhecida conta que o Imperador de Jade — que, de acordo com a mitologia chinesa, é o senhor dos céus — convidou o reino animal para participar numa corrida ao longo do rio, nas comemorações do seu aniversário, e prometeu que os 12 primeiros a chegar à meta ganhariam um lugar no calendário chinês. A ordem em que terminaram a corrida determina a sua posição no calendário chinês atual.

Conta-se que a forma como cada um atravessou o rio reflete o caráter de cada animal e, consequentemente das pessoas que nasceram sob o seu signo. Parece que o Cão não foi o mais bem dos sucedidos na corrida ao calendário: apesar das excelentes capacidades de natação, as brincadeiras durante a travessia ditaram o seu penúltimo lugar.

O Ano Novo chinês não se celebra apenas na China, outros países da Ásia, como Coreia, Japão, Vietname, Singapura, Malásia, Tailândia, Indonésia e Filipinas, também o celebram. A festa alarga-se ainda a vários pontos em redor do mundo: desde Nova Iorque a Londres, de Sydney ao México e até mesmo a Lisboa. Percorra a fotogaleria para ver a comemoração da Festa da Primavera nos vários pontos do mundo. Gong hei fat choy (de acordo com o Times é a forma mais comum de desejar um bom ano em chinês).