Angola

Tribunal de Luanda volta a adiar julgamento do jornalista angolano Rafael Marques

Rafael Marques é acusado por João Maria de Sousa de crimes de injúria e ultraje ao órgão de soberania. Tribunal adiou a segunda sessão de julgamento devido a ausência do ofendido.

BRUNO FONSECA/LUSA

O Tribunal Provincial de Luanda adiou esta segunda-feira a segunda sessão de julgamento do jornalista angolano Rafael Marques, devido a ausência do ofendido, o ex-procurador-geral da República de Angola João Maria de Sousa, que deverá ser ouvido na sede da procuradoria. A decisão foi apresentada pela juíza da causa, Josina Ferreira Falcão, no arranque da sessão desta segunda-feira, argumentando que os advogados de acusação solicitaram que o ex-procurador angolano fosse ouvido em audiência, mas noutro local, atendendo ao foro especial de que goza à luz da legislação.

“Tendo em conta que o ofendido encontra-se jubilado e porque o tribunal desconhece a residência do mesmo, nestes termos e ouvidos as partes, não há inconveniente da parte do tribunal em ouvir o ofendido. O mesmo indicou a sede da Procuradoria-Geral da República [PGR] para o local da inquisição”, anunciou a juíza. Nestes termos, a audiência de julgamento desta segunda-feira foi remarcada par 24 de abril, às 10:00, sendo o ex-procurador ouvido nas instalações da Procuradoria-Geral da República.

No processo em que é também arguido o jornalista Mariano Brás, Rafael Marques é acusado por João Maria de Sousa de crimes de injúria e ultraje ao órgão de soberania, após queixa apresentada em 2017. Em causa está uma notícia de novembro de 2016, divulgada no portal de investigação jornalística Maka Angola, do jornalista Rafael Marques, com o título “Procurador-Geral da República envolvido em corrupção”, que denunciava o negócio alegadamente ilícito realizado por João Maria de Sousa, envolvendo a aquisição de um terreno de três hectares em Porto Amboim, província angolana do Cuanza Sul, para construção de condomínio residencial.

Em declarações à imprensa, o advogado de defesa dos jornalistas angolanos, Salvador Freire, sublinhou que a lei confere ao queixoso indicar um espaço para ser ouvido, pelo que concordou com a decisão do Tribunal em prosseguir a sessão numa das salas da PGR. “Protestamos a forma como o advogado do queixoso colocou a questão, mas por fim a questão ficou dirimida, ficou então para o dia 24 deste mês, dando sequência à sessão esta segunda-feira adiada”, disse, sublinhando que a defesa “está atenta às táticas de manobras dilatórias”.

Para o advogado, o julgamento até aqui decorre dentro das expectativas da defesa: “Não há por enquanto alguma coisa que nos preocupe e esperamos ver absolvidos os réus, e tudo faremos para que isto aconteça e acreditamos que tudo vai correr da melhor maneira”, apontou Salvador Freire. A juíza agendou ainda para o dia 25 de abril a audição aos declarantes, tendo orientado igualmente uma notificação ao diretor geral do Instituto de Geodesia e Cartografia de Angola (IGCA) e o representante desta instituição na província angolana do Cuanza Sul.

Estes responsáveis deverão “ajudar o tribunal no esclarecimento da matéria referente a dinâmica administrativa sobre a cedência de espaço”, fundamentou.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: [email protected]
PGR

Marx, Maçonaria e Marcelo /premium

Helena Matos

O PS manda. O PCP governa-se. O BE policia. O PR diverte-se. A democracia apodrece. E, sim, porque havemos de querer contrariar este estado de coisas? Não podemos deixar-nos ir simplesmente?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)