O serviço de resgate marítimo de Espanha informou hoje que, em dois dias, salvou 476 imigrantes que tentavam realizar a perigosa travessia do Mar Mediterrâneo a partir da costa africana.

O serviço sublinhou que retirou os imigrantes de 15 pequenos barcos entre sexta-feira e hoje.

O clima favorável na zona do Estreito de Gibraltar parece ter desencadeado o aumento das travessias marítimas dos imigrantes a partir da costa africana.

Todos os anos, dezenas de milhares de imigrantes tentam chegar à Espanha e a outros países do sul da Europa, atravessando o Mediterrâneo em barcos de contrabandistas.

A maioria dos barcos não são compatíveis com a navegação em mar aberto e milhares de imigrantes afogam-se todos os anos após os naufrágios.