Autoridade Tributária

Fisco está a investigar a transferência de 90 jogadores de futebol

Relatório anual de combate à fraude e evasão fiscais destaca uma maior atenção da Autoridade Tributária aos processos de compra e venda de jogadores. Foi pedida colaboração a 16 países.

João Relvas/LUSA

A Autoridade Tributária abriu no ano passado 90 processos para investigar transferência de jogadores de futebol profissionais de e para clubes portugueses. O relatório anual de combate à fraude e evasão fiscais das Finanças, publicado esta quarta-feira no site do Parlamento, destaca ainda um “controlo multilateral” em que as autoridades portuguesas analisaram a “intermediação de jogadores” e em que se fizeram “correções” fiscais de quase um milhão de euros.

O relatório refere que “o setor do desporto em geral, e do futebol em particular, tem vindo, nos últimos tempos, a ser uma preocupação por parte da Autoridade Tributária”, porque nestes negócios estão muitas vezes em causa valores elevados e por, com frequência, surgirem “suspeitas da existência de negócios simulados, com interposição de sociedades, com vista a ‘camuflar’ rendimentos sujeitos a Imposto sobre o Rendimento”.

Foi isso que levou a que, no ano passado, a Autoridade Tributária tivesse instaurado 90 processos “com vista à análise dos negócios relativos à contratação/transferência de jogadores e técnicos”. Para isso, foram emitidos pedidos de cooperação internacional com destino a 16 países diferentes, de acordo com o relatório. Estão todos a aguardar resposta.

O documento faz ainda referência a um “controlo multilateral promovido por Espanha” e que se estendeu ao Reino Unido e à Holanda. Nesse controlo, foram analisados os casos concretos de “intermediação de jogadores” — a AT não concretiza quantos casos estão aqui em causa — num processo que já está em fase de conclusão. Aliás, esse controlo já deu “origem a propostas de correções em Portugal no montante de 883 mil euros”, por irregularidades no cumprimento das obrigações fiscais.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: prainho@observador.pt
Comentário Político

A indisposição conservadora

António Pedro Barreiro

O conservador não tem nada em comum com a Esquerda pós-moderna e libertária, rendida a uma “cultura de repúdio” por todas as instituições, práticas, arranjos e costumes herdados da experiência passada

Ucrânia

Mais umas eleições falsas em Donbas

Inna Ohnivets

A Rússia não quis a paz em 2014 e não quer em 2018. A realização destas eleições fraudulentas é um sinal claro de que a Rússia optou por prolongar o conflito durante mais anos sob o mesmo cenário. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)