A nova direção do jornal Público já está composta. O Observador sabe que o grupo escolhido pelo diretor, Manuel Carvalho, será composto por Amílcar Correia, Ana Sá Lopes, David Pontes e Tiago Luz Pedro (o único que transita da anterior direção de David Dinis). A nova direção surge após o conflito do ex-diretor com a administração do jornal, após esta ter decidido demitir o seu diretor-adjunto, Diogo Queiroz de Andrade.

Manuel Carvalho é o novo diretor do Público

Ana Sá Lopes fez parte da equipa fundadora do Público, onde passou 16 anos. A jornalista que começou a carreira no semanário “O Jornal”, passou também pelo Diário de Notícias. Atualmente, está na direção do i.

Amílcar Correia é desde Outubro de 2016 o editor executivo e responsável pela redação do Público no Porto. Foi estagiário do jornal, juntamente com Manuel Carvalho. Exerceu funções de editor em várias secções.

Tiago Luz Pedro, também um “homem da casa”, está no Público desde 1997. Exerceu vários cargos ao longo dos anos, sempre no jornal, ocupando atualmente o cargo de diretor editorial adjunto.

Tal como Manuel Carvalho, David Pontes é natural do Porto. O jornalista que ocupa atualmente o cargo de diretor adjunto do Jornal de Notícias, foi estagiário do Público em 1990. Saiu para desempenhar funções de chefe de redação na Edipress (24h, Visão), no Porto. Mais tarde regressaria ao Público para ser subdiretor do jornal. Passou também pela direção da Lusa.

Diretor do Público demite-se, após administração demitir diretor adjunto

David Dinis, ex-diretor do Observador e diretor do Público, demitiu-se do cargo incompatibilizado com a administração por esta ter despedido Diogo Queiroz de Andrade, antigo diretor criativo do Observador e diretor-adjunto do Público, sem a sua aprovação.