Rádio Observador

Violação

Militar condenado a nove anos de prisão no caso “La Manada” poderá voltar ao ativo

Um militar condenado a nove anos de prisão por abusos sexuais a uma jovem em 2016 poderá ser reincorporado no exército, devido à prescrição da sua suspensão.

Getty Images

O militar espanhol, Alfonso Jesús Cabezuelo, julgado no caso La Manada vai ser reintegrado no exército, depois da suspensão ter prescrito. Cabezuelo estava destacado numa Unidade Militar de Emergências na província de Cádiz e fica a aguardar informações sobre o seu destacamento.

No mês passado, os cinco indivíduos do grupo conhecido como La Manada foram libertados por decisão do Tribunal de Navarra. Os membros do grupo que foi acusado de violação de uma jovem de 18 anos durante as festas de São Firmino em 2016, foram condenados a nove anos de prisão e 50 mil euros de indemnização.

Uma vez que está em liberdade condicional, o Ministério da Defesa espanhol tem a obrigação de restabelecer Alfonso Cabezuelo no serviço militar. Até à data, o exército espanhol pagava-lhe cerca de 75% do salário.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)