A polícia do condado de Broward, na Florida, prendeu um segundo suspeito da morte de Jahseh Onfroy, mais conhecido como XXXTentacion. O suspeito de 22 anos, Michael Boatwright, estava a ser investigado pela brigada de homícidios depois de ter sido identificado pela vídeo vigilância.

As autoridades norte-americanas ainda estão à procura de um segundo atirador e de um homem de nome Robert Allen, descrito como uma pessoa “de interesse” para o caso. Allen, de 22 anos, tem um mandato de captura por violação da pena suspensa por posse de uma droga chamada PVP (flakka).

‘Rapper’ norte-americano XXXTentacion morto após ter sido baleado na Florida

As autoridades já tinham detido Dedrick Williams, o condutor do veículo utilizado para a fuga do grupo. Willams está acusado de homícidio em primeiro grau, roubo de um carro e de conduzir sem documentos.

Em março, o segundo álbum “?” de XXXTentacion foi o mais vendido nos Estados Unidos. Na plataforma digital de música Spotify, a música “Sad” contava mais de 270 milhões de visualizações.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A curta vida do ‘rapper’ esteve envolta em polémica, devido a atos violentos em que foi implicado. Em 2016 foi detido e acusado de invasão de domicílio. No mesmo ano, XXXTentacion ficou em prisão domiciliária por ter atacado a namorada grávida.