A mudança de Cristiano Ronaldo para a Juventus abriu uma vaga no estatuto de estrela do Real Madrid. Nas semanas em que se desenrolaram as negociações entre o português e os responsáveis bianconeri foram falados vários nomes que estariam no radar de Florentino Pérez para ser o seu próximo ‘galático’. Neymar, Mbappé e Harry Kane eram os mais referidos e ao que parece a preferência vai mesmo para o brasileiro que atua no PSG e passou pelo Barcelona.

De acordo com o Globoesporte, o Real Madrid enviou o representante Juni Calafat (responsável pelos negócios na América do Sul) ao Brasil para falar com o pai e empresário de Neymar e negociar uma possível transferência para os merengues. No entanto, a transferência nunca será fácil porque o dono do PSG, Nasser Al-Khelaifi, não estará disposto a abrir mão do jogador pelo qual pagou 222 milhões de euros (o maio caro de sempre) ao Barcelona, há apenas um ano.

Nasser Al-Khelaïfi, o ex-tenista nascido numa família de classe média que domina o futebol

Além disso, Neymar não tem cláusula de rescisão (é proibido em França) e portanto uma mudança só poderia acontecer com o consentimento do dono do PSG e, claro está, do próprio jogador. Da parte de Nasser Al-Khelaifi a abertura para negociar é pouca ou nenhuma, como já se percebeu, e o clube já estará mesmo a equacionar uma melhoria de contrato para Neymar para evitar que o jogador se sinta tentado a sair, diz o jornal AS. De acordo com o desportivo, o avançado brasileiro poderá ver o salário aumentar de 37 milhões de euros líquidos por temporada para cerca de 50 milhões de euros.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Ici c’est Paris, merci beaucoup”: a apresentação de Neymar com direito a DJ e tudo

A verdade é que o namoro entre Neymar e o Real Madrid já é longo. Aos 13 anos, o jogador fez testes no clube e até foi aceite mas decidiu voltar ao Brasil. Quando tinha 16 houve novo interesse dos espanhóis mas mais uma vez a transferência não aconteceu. A altura em que a mudança esteve mais perto foi em 2013, mas nesse ano o brasileiro acabou por escolher o Barcelona em detrimento do Real. 

Ia chamar-se Mateus, quase morreu aos quatro meses, foi pai aos 19 anos: bem-vindo ao mundo de Neymar

Agora a saída de Ronaldo voltou a abrir as portas do Santiago Bernabéu a Neymar e em declarações ao Globoesporte, uma fonte próxima do jogador disse que o negócio pode mesmo acontecer, mas talvez não este ano: “Talvez não nesta próxima janela, mas acho que essa ida dele para o Real Madrid vai acontecer em algum momento”. O jornal AS também diz que se a ida de Neymar não for possível, o plano B dos responsáveis merengues passa por tentar a contratação de Mbappé, que também atua no PSG.

“O melhor é apontar à lua porque se falhar chego às nuvens”: quem é Mbappé, o prodígio de 18 anos que todos querem