Índia

Sobe para 26 o número de mortos devido às monções no sul da Índia

Pelo menos 26 pessoas morreram e 15.500 ficaram desalojadas devido a inundações e deslizamentos de terra no estado de Kerala, no sul da Índia, atingido desde quarta-feira pelas chuvas das monções.

PRAKASH ELAMAKKARA/EPA

Pelo menos 26 pessoas morreram e 15.500 ficaram desalojadas devido a inundações e deslizamentos de terra no estado de Kerala, no sul da Índia, atingido desde quarta-feira pelas fortes chuvas das monções. O balanço anterior das autoridades indianas apontava para 19 mortos, a maior parte no distrito de Idukki.

Muitas áreas ficaram submersas com a abertura da barragem Idamalayar, cuja albufeira estava com excesso de água. O distrito de Wayanad ficou sem acesso a outras regiões devido aos deslizamentos de terra, tendo o Governo indiano pedido ajuda às forças armadas para restaurar a rede viária.

Em julho, as fortes chuvas que atingiram o estado indiano de Uttar Pradesh, no norte, causaram 150 mortos, 120 feridos e afetaram milhares de pessoas e casas, de acordo com as autoridades. Os desastres meteorológicos são comuns no sul da Ásia na época mais intensa das monções, entre julho e agosto, quando muitas vezes deixam centenas de mortos e milhões afetados na região.

Em agosto passado, cerca de 700 pessoas morreram no norte da Índia devido a incidentes relacionados com as fortes chuvas, sendo mais afetados os estados de Bihar e Uttar Pradesh.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Educação

Mais vale acabar

João Pires da Cruz

Damos atenção aos direitos de todos menos aos daqueles que são mais preciosos, os nossos filhos. Gastamos dinheiro em tudo, menos no que é impossível substituir, o tempo das nossas crianças aprenderem

Política Externa

O Imperador vai nu /premium

Diana Soller

A situação geográfica de Portugal coloca-o numa posição estratégica privilegiada para os interesses das grandes potências. Pelo que o Estado terá que tomar decisões muito sérias quanto ao nosso futuro

Educação

Mais vale acabar

João Pires da Cruz

Damos atenção aos direitos de todos menos aos daqueles que são mais preciosos, os nossos filhos. Gastamos dinheiro em tudo, menos no que é impossível substituir, o tempo das nossas crianças aprenderem

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)