O jogador egípcio Mohamed Salah, que na última época marcou 44 golos ao serviço do Liverpool, pode estar em apuros com a polícia. Um vídeo que circula nas redes sociais parece mostrar o extremo do clube britânico a conduzir enquanto olha para o telemóvel. O Liverpool e a polícia britânica já reagiram às imagens.

Um porta-voz do clube inglês, citado pelo jornal The Independent, afirmou: “O clube, depois de conversar com o jogador, informou a Polícia de Merseyside das imagens e das circunstâncias que envolveram a gravação. Falámos com o jogador e iremos lidar internamente com o que resultar do caso. Nem o clube nem o jogador farão mais comentários sobre este assunto”.

A polícia do condado de Merseyside, que monitoriza ocorrências na cidade de Liverpool, e nos bairros de Knowsley, St Helens, Wirral e Sefton, já comentou o caso, via Twitter: “Fomos informados de que circula um vídeo que se acredita mostra um futebolista usar o telemóvel enquanto conduz. Isto [o caso] foi passado para o departamento apropriado. Obrigado por nos informarem”, lê-se no tweet.

Mohamed Salah, de 26 anos, é um dos jogadores mais valiosos da equipa orientada pelo alemão Jurgen Klopp, que se reforçou muito este verão para superar o quarto lugar na Premier League inglesa, alcançado na temporada passada. Naby Keita (vindo do RB Leipzig), Fabinho (contratado ao Mónaco), Shaquiri (recrutado ao Stoke City) e Alisson (guarda-redes que pertencia aos quadros da AS Roma) foram os reforços de verão, saindo apenas, dos habituais titulares, o médio Emre Can, que assinou pela Juventus de Cristiano Ronaldo.

No primeiro jogo oficial da temporada, o Liverpool venceu o West Ham por 4-0, no seu estádio, Anfield. O marcador foi inaugurado precisamente por “Mo” Salah, aos 19 minutos. Um bis de Sadio Mané e um golo do regressado Daniel Sturridge fixaram o marcador.