Jerónimo De Sousa

Jerónimo garante que não vai desistir na luta pela descida do IVA na eletricidade

O secretário-geral do PCP afirmou que, apesar de o Orçamento de Estado ter de ser pensado no conjunto, há matérias em que o partido vai "estar diretamente empenhado para que se concretize".

JOSÉ COELHO/LUSA

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, garantiu esta quinta-feira que não vai desistir na luta pela descida do IVA na fatura da eletricidade para os consumidores.

Em declarações aos jornalistas à margem de uma visita à feira agrícola AgroSemana, na Póvoa de Varzim, o líder comunista lembrou que o seu partido “há muito tempo defende essa posição”, considerando que “o próximo Orçamento de Estado seria uma boa altura para colocar a proposta em prática”.

“Não vamos desistir, o processo de negociação do Orçamento de Estado tem de ser encarado no seu conjunto, mas há matérias em que vamos estar diretamente empenhados para que se concretize”, apontou Jerónimo de Sousa, referindo-se a esta questão.

O secretário-geral do PCP disse ainda esperar que o executivo liderado por António Costa esteja também sensível à questão. “Ao exemplo de outras matérias, em que parecia que o Governo do PS não queria dar o passo, a nossa intervenção e persistência acabou por levar a que muitas propostas fossem aceites”, recordou.

Jerónimo de Sousa comentou ainda os dados divulgados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística sobre o desemprego em Portugal, que se mantêm nos 6,8 %, o valor mais baixo desde 2002, lembrando, ainda assim, que é preciso verificar “a qualidade do emprego”.

“Hoje, os níveis de precariedades, não só na administração publica, mas, sobretudo, no setor privado, levam a uma desvalorização dos salários e dos direitos dos trabalhadores que tem de ser invertidos. Essa é uma batalha que ainda falta resolver”, considerou o líder do PCP.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: [email protected]
PGR

Um agradecimento a Joana Marques Vidal

Pedro Passos Coelho
211

Não houve a decência de assumir com transparência os motivos que conduziram à sua substituição. Em vez disso, preferiu-se a falácia da defesa de um mandato único e longo para justificar a decisão.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)