Rádio Observador

Auto

Teatro, praias e descanso

Há locais que, por mais que os visitemos, não deixam de nos surpreender. Sintra é um deles. Mas há mais, e a atriz Catarina Siqueira faz-nos uma visita por alguns deles que não pode deixar de visitar.

No caso de morar ou trabalhar próximo da zona de Lisboa, está em vantagem. Mas, se vem visitar a capital, não deixe igualmente de dar um pulo pelas regiões dos arredores, como Estoril ou Sintra. Parece que viajou para um outro mundo, onde o stresse e o trabalho não entram. A atriz Catarina Siqueira leva-nos por um percurso onde a beleza natural se destaca e o bem-estar – físico e emocional – está no centro das escolhas.

Partimos do Casino Estoril, onde a atriz tem trabalhado nos últimos meses, uma vez que integrou o elenco do musical “Grease”, ali apresentado e que vai em tournée pelo país, até ao final do ano. Este espaço tem uma história que remonta a 1931 e acompanhou a evolução da freguesia, que ainda guarda o glamour dessas primeiras décadas do século.

O dia completo

Casino Estoril

Edifício do Casino Estoril, Av. Dr. Stanley Ho, 2765-190 Estoril
Telefone: 214 667 700
Email: Info.cestoril@estoril-sol.com
http://www.casino-estoril.pt/pt/

Museu da Música Portuguesa – Casa Verdades de Faria
Tem como objetivos a preservação, conservação, estudo, divulgação e valorização do Património Musical Português.
Av. de Sabóia, n.º 1146 – Monte Estoril 2765 -580 Estoril
Telefone: 214 815 904/902
Email: mmp@cm-cascais.pt
Encerra à segunda-feira

– Café Aldea – Ecoaldeia de Janas
Telefone.: 211551693 | 912561934
Morada: Largo Visconde d’Asseca nº6, 2710 Sintra
Email: geral@aldea.org.pt

– Palácio Nacional de Sintra **
Morada: Largo Rainha Dona Amélia, 2710-616 Sintra
Telefone: 21 923 7300
Horário: até 23/03/2019: 9h30 – 18h00, último bilhete e última entrada 17h30;
após 23/03/2019: 09h30 – 20h00, último bilhete e última entrada 19h00
Site

– Castelo dos Mouros**
Horário: até 23/03/2019: 10h00 – 18h00, último bilhete e última entrada 17h00; após 23/03/2019: 09h30 – 20h00, último bilhete e última entrada 19h00

– Palácio da Pena**
Horário do Parque – Até 23/03/2019: 10h00 – 18h00, último bilhete e última entrada 17h00; após 23/03/2019: 09h30 – 20h00, último bilhete e última entrada 19h00

Horário do Palácio – Até 23/03/2019: 10h00 – 18h00, último bilhete 17h00, última entrada 17h30; após 23/03/2019: 09h30 – 19h00, último bilhete 18h15 e última entrada 18h30

**Contactos:

Parques de Sintra – Monte da Lua, S.A.
Parque de Monserrate
2710-405 Sintra
Telefone: +351 21 923 73 00
Fax: +351 21 923 73 50
info@parquesdesintra.pt

 

A cinco minutos do Casino, a casa Verdades de Faria, construída uns anos antes (1918), com projeto de Raul Lino, é sua contemporânea e outra testemunha dos anos de ouro da chamada “riviera lusa”. Transformada em Museu da Música Portuguesa, reúne os espólios de Michel Giacometti, Fernando Lopes-Graça e do maestro Álvaro Cassuto. Vale a pena visitá-la e procurar pelo caminho outras pérolas arquitetónicas de interesse e beleza semelhantes.

A descoberta segue, agora, de carro. O híbido SEAT Leon TGI leva-nos com suavidade até à Cooperativa Integral Aldea, em Janas (zona de Colares, Sintra). Esta cooperativa ecológica – que inclui a produção agrícola bio e local e a organização de variados workshops, como carpintaria, artesanato e confeção de pão tradicional – tem também uma mercearia e um restaurante, o “Café Aldea”. Para quem leva a alimentação equilibrada a sério, aqui não tem como se enganar. Até as sobremesas são deliciosamente saudáveis.

Continuamos a bordo do SEAT Leon, com caixa de velocidades automática, o que confere à condução a suavidade e simplicidade desejada, quando as palavras de ordem são “relaxe” e “passeio”. Fazemos uma paragem na Praia Grande para aproveitar o sol que – apesar de ser uma constante em todo o país ao longo do ano – nem sempre permanece nesta zona, fazendo dela um caso peculiar. Mas não há como negá-lo, apesar de um microclima mais húmido, este é um “spot” com um charme muito especial. Que o digam os locais e os inúmeros surfistas que a procuram em qualquer altura do ano.

Seguimos para Sintra. São cerca de 18 quilómetros em 20 minutos, por estradas (muito) secundárias, ladeadas de diversas matizes de verde a perder de vista. Aqui a pressa não nos leva a lado nenhum. Antes pelo contrário, é o vagar que nos deixa perceber a beleza desta paisagem protegida.

A vila de Sintra foi classificada Património Mundial a 6 de dezembro de 1995, pela UNESCO. Ocupada desde a época neolítica, por aqui passaram romanos, muçulmanos e, mais tarde, aqui se estabeleceram os cristãos, pela mão de D. Afonso Henriques que a tomou, logo depois da conquista de Lisboa, em 1147. No interior da vila existem 10 monumentos nacionais, que incluem palácios opulentos, ruínas antigas e habitações decorativas, que merecem uma visita atenta. O Palácio Nacional, o Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena, são apenas alguns exemplos. Mas, se não tem muito tempo, ou prefere apreciar a paisagem natural, não deixe de passear pelos trilhos identificados na Serra de Sintra, ou Monte da Lua. Está integrada no Parque Natural de Sintra-Cascais e possui uma fauna rica e uma flora exótica e luxuriante. Cedros, faias, pinheiros e carvalhos, coexistem com espécies características da Macaronésia, como o feto-dos-carvalhos (Davallia canariensis), ou o feto-de-botão (Woodvardia radicans). Escondidas no meio das folhagens, pode encontrar raposas, ginetas ou toupeiras e ainda observar o voo rápido e elegante do falcão peregrino.

Descrevemos apenas algumas das razões pelas quais deve explorar estes locais. Mas há muitas mais. Sozinho ou acompanhado, em silêncio ou em amena conversa, a viagem será sempre mágica. Afinal, mais do que o destino, é a forma como escolhemos fazer esse percurso que conta.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Conteúdo produzido pelo Observador Lab. Para saber mais, clique aqui.
Partilhe
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: obslab@observador.pt
Estilo de Vida

Um vício anacrónico

Rui Martins

Num padrão de vida urbano, com uma saída de fim-de-semana por mês e trabalhando e vivendo em Lisboa, ter carro e não o substituir pelo transporte público ou mobilidade partilhada é um vício anacrónico.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)