No caso de morar ou trabalhar próximo da zona de Lisboa, está em vantagem. Mas, se vem visitar a capital, não deixe igualmente de dar um pulo pelas regiões dos arredores, como Estoril ou Sintra. Parece que viajou para um outro mundo, onde o stresse e o trabalho não entram. A atriz Catarina Siqueira leva-nos por um percurso onde a beleza natural se destaca e o bem-estar – físico e emocional – está no centro das escolhas.

Partimos do Casino Estoril, onde a atriz tem trabalhado nos últimos meses, uma vez que integrou o elenco do musical “Grease”, ali apresentado e que vai em tournée pelo país, até ao final do ano. Este espaço tem uma história que remonta a 1931 e acompanhou a evolução da freguesia, que ainda guarda o glamour dessas primeiras décadas do século.

O dia completo

Mostrar Esconder

Casino Estoril

Edifício do Casino Estoril, Av. Dr. Stanley Ho, 2765-190 Estoril
Telefone: 214 667 700
Email: Info.cestoril@estoril-sol.com
http://www.casino-estoril.pt/pt/

Museu da Música Portuguesa – Casa Verdades de Faria
Tem como objetivos a preservação, conservação, estudo, divulgação e valorização do Património Musical Português.
Av. de Sabóia, n.º 1146 – Monte Estoril 2765 -580 Estoril
Telefone: 214 815 904/902
Email: mmp@cm-cascais.pt
Encerra à segunda-feira

– Café Aldea – Ecoaldeia de Janas
Telefone.: 211551693 | 912561934
Morada: Largo Visconde d’Asseca nº6, 2710 Sintra
Email: geral@aldea.org.pt

– Palácio Nacional de Sintra **
Morada: Largo Rainha Dona Amélia, 2710-616 Sintra
Telefone: 21 923 7300
Horário: até 23/03/2019: 9h30 – 18h00, último bilhete e última entrada 17h30;
após 23/03/2019: 09h30 – 20h00, último bilhete e última entrada 19h00
Site

– Castelo dos Mouros**
Horário: até 23/03/2019: 10h00 – 18h00, último bilhete e última entrada 17h00; após 23/03/2019: 09h30 – 20h00, último bilhete e última entrada 19h00

– Palácio da Pena**
Horário do Parque – Até 23/03/2019: 10h00 – 18h00, último bilhete e última entrada 17h00; após 23/03/2019: 09h30 – 20h00, último bilhete e última entrada 19h00

Horário do Palácio – Até 23/03/2019: 10h00 – 18h00, último bilhete 17h00, última entrada 17h30; após 23/03/2019: 09h30 – 19h00, último bilhete 18h15 e última entrada 18h30

**Contactos:

Parques de Sintra – Monte da Lua, S.A.
Parque de Monserrate
2710-405 Sintra
Telefone: +351 21 923 73 00
Fax: +351 21 923 73 50
info@parquesdesintra.pt

 

A cinco minutos do Casino, a casa Verdades de Faria, construída uns anos antes (1918), com projeto de Raul Lino, é sua contemporânea e outra testemunha dos anos de ouro da chamada “riviera lusa”. Transformada em Museu da Música Portuguesa, reúne os espólios de Michel Giacometti, Fernando Lopes-Graça e do maestro Álvaro Cassuto. Vale a pena visitá-la e procurar pelo caminho outras pérolas arquitetónicas de interesse e beleza semelhantes.

A descoberta segue, agora, de carro. O híbido SEAT Leon TGI leva-nos com suavidade até à Cooperativa Integral Aldea, em Janas (zona de Colares, Sintra). Esta cooperativa ecológica – que inclui a produção agrícola bio e local e a organização de variados workshops, como carpintaria, artesanato e confeção de pão tradicional – tem também uma mercearia e um restaurante, o “Café Aldea”. Para quem leva a alimentação equilibrada a sério, aqui não tem como se enganar. Até as sobremesas são deliciosamente saudáveis.

Continuamos a bordo do SEAT Leon, com caixa de velocidades automática, o que confere à condução a suavidade e simplicidade desejada, quando as palavras de ordem são “relaxe” e “passeio”. Fazemos uma paragem na Praia Grande para aproveitar o sol que – apesar de ser uma constante em todo o país ao longo do ano – nem sempre permanece nesta zona, fazendo dela um caso peculiar. Mas não há como negá-lo, apesar de um microclima mais húmido, este é um “spot” com um charme muito especial. Que o digam os locais e os inúmeros surfistas que a procuram em qualquer altura do ano.

Seguimos para Sintra. São cerca de 18 quilómetros em 20 minutos, por estradas (muito) secundárias, ladeadas de diversas matizes de verde a perder de vista. Aqui a pressa não nos leva a lado nenhum. Antes pelo contrário, é o vagar que nos deixa perceber a beleza desta paisagem protegida.

A vila de Sintra foi classificada Património Mundial a 6 de dezembro de 1995, pela UNESCO. Ocupada desde a época neolítica, por aqui passaram romanos, muçulmanos e, mais tarde, aqui se estabeleceram os cristãos, pela mão de D. Afonso Henriques que a tomou, logo depois da conquista de Lisboa, em 1147. No interior da vila existem 10 monumentos nacionais, que incluem palácios opulentos, ruínas antigas e habitações decorativas, que merecem uma visita atenta. O Palácio Nacional, o Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena, são apenas alguns exemplos. Mas, se não tem muito tempo, ou prefere apreciar a paisagem natural, não deixe de passear pelos trilhos identificados na Serra de Sintra, ou Monte da Lua. Está integrada no Parque Natural de Sintra-Cascais e possui uma fauna rica e uma flora exótica e luxuriante. Cedros, faias, pinheiros e carvalhos, coexistem com espécies características da Macaronésia, como o feto-dos-carvalhos (Davallia canariensis), ou o feto-de-botão (Woodvardia radicans). Escondidas no meio das folhagens, pode encontrar raposas, ginetas ou toupeiras e ainda observar o voo rápido e elegante do falcão peregrino.

Descrevemos apenas algumas das razões pelas quais deve explorar estes locais. Mas há muitas mais. Sozinho ou acompanhado, em silêncio ou em amena conversa, a viagem será sempre mágica. Afinal, mais do que o destino, é a forma como escolhemos fazer esse percurso que conta.