O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, expressou esta quinta-feira preocupação com a detenção do vice-presidente do Parlamento da Venezuela, Edgar Zambrano, referindo que a detenção de opositores dificulta a intenção de se alcançar uma solução negociada para a crise.

“O secretário-geral está preocupado com a detenção de outro legislador da oposição pelas autoridades venezuelanas”, disse o porta-voz das Nações Unidas, Farhan Haq. Segundo o porta-voz, António Guterres considera que deter membros da oposição e parlamentares “prejudica os esforços para procurar uma solução pacífica e negociada para a crise cada vez mais profunda na Venezuela”.

O secretário-geral das Nações Unidas reiterou seu apelo a todas as partes para que adotem “medidas imediatas para reduzir as tensões e evitar qualquer ação que leve a um agravamento da situação”.

Portugal condena detenção de Edgar Zambrano na Venezuela e pede libertação imediata