Rádio Observador

Tráfico Humano

SEF desmantela rede europeia de tráfico de mulheres e detém oito pessoas em Aveiro

979

As detenções foram feitas em Albergaria-a-Velha, Ílhavo e Gafanha da Nazaré. No total houve 12 buscas domiciliárias e outras tantas buscas em viaturas. Os detidos foram entregues à PSP de Lisboa.

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) desmantelou esta terça-feira uma rede europeia indiciada por tráfico de seres humanos que se dedicava à exploração sexual de mulheres ao deter oito cidadãos estrangeiros no distrito de Aveiro.

Em comunicado, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras adianta que os oito cidadãos estão indiciados de tráfico de seres humanos, associação criminosa, lenocínio agravado e branqueamento de capitais e pertencem “a um grupo criminoso organizado” que se dedica à exploração sexual de mulheres.

Segundo o SEF, as detenções foram feitas em Albergaria-a-Velha, Ílhavo e Gafanha da Nazaré, no distrito de Aveiro, tendo este serviço de segurança realizado oito mandados de detenção, 12 buscas domiciliárias e outras 12 buscas a viaturas.

No âmbito da operação, denominado “El Pibe”, o SEF apreendeu seis viaturas, ouro, joias, dinheiro e documentos falsos, tendo ainda realizado buscas a duas agências de transferência de dinheiro bem como a uma agência de viagens.

O SEF sublinha que este grupo, que operava em Portugal e em outros países de União Europeia, aproveitava-se da vulnerabilidade das vítimas, que muitos vezes assenta “em famílias desestruturadas, com parcos rendimentos económicos e sem nenhuma ou baixa autoestima, com episódios de violência doméstica e consumo de álcool e droga”.

Aquele serviço de segurança frisa que as vítimas, todas mulheres, não exerciam a prostituição de livre vontade e eram utilizadas como objetos para ganhar dinheiro, sendo uma forma de pagar dívidas e comissões impostas pelo líder da associação criminosa.

O SEF precisa que as mulheres “eram consideradas e tratadas como coisas ou objetos que proporcionam avultados proventos financeiros”, além dos exploradores aproveitarem o facto de as vítimas não terem suporte familiar e relações seguras para aumentarem “os seus poderes de persuasão, manipulação e intimidação”.

Nesta operação, o SEF contou com a colaboração de elementos da Equipa Multidisciplinar de Apoio à Vítima para garantir proteção e apoio psicológico às cerca de 20 mulheres sinalizadas.

Participaram na operação “El Pibe” 110 inspetores do SEF, analistas da Europol e elementos das autoridades congéneres de países da União Europeia.

A investigação do SEF começou em dezembro do ano passado, tendo sido conduzida em articulação com a Europol, de forma a garantir um combate transnacional a este fenómeno.

Os oito detidos vão ser entregues ao Comando Metropolitano da PSP de Lisboa onde vão ficar até serem presentes às autoridades judiciais para aplicação das respetivas medidas de coação.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)