Rádio Observador

Macroeconomia

Economia portuguesa passou a ter necessidades de financiamento no 1.º trimestre

Economia portuguesa fechou o primeiro trimestre com necessidade de financiamento de 0,1% do Produto Interno Bruto, e quebrou pela primeira vez desde o final de 2012 a sucessão de saldos positivos.

O banco central indica que esse resultado "reflete a necessidade de financiamento das sociedades não financeiras".

Ant

Autor
  • Agência Lusa

A economia portuguesa fechou o primeiro trimestre com necessidade de financiamento de 0,1% do Produto Interno Bruto (PIB), interrompendo a sucessão de saldos positivos registados desde o final de 2012, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Banco de Portugal.

No final de 2018, a economia portuguesa fechou com capacidade de financiamento de 0,4% do PIB.

Sobre a necessidade de financiamento registada no final do primeiro trimestre, na nota de informação estatística sobre contas financeiras nacionais, o banco central indica que esse resultado “reflete a necessidade de financiamento das sociedades não financeiras [empresas] e das administrações públicas”, que “excedeu a poupança financeira das sociedades financeiras e dos particulares”.

O facto de a economia portuguesa ter um património financeiro negativo significa que os agentes económicos não geram, em termos de ‘stocks’, poupanças suficientes para fazer face às necessidades.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)