Os portugueses acreditam que vão gastar nestas férias de verão, em média, 1.350 euros. Mas o valor depende muito consoante o destino escolhido: quem tenciona ficar por casa prevê despender cerca de 538 euros, enquanto que os que pretendem aproveitar as férias no estrangeiro estimam uma despesa de 1.903 euros. Já os que querem “ir para fora cá dentro” planeiam gastar 1142 euros.

De acordo com os dados recolhidos pelo Observador Cetelem Férias, são os portugueses com idades compreendidas entre os 35 e os 44 anos que mais gastos preveem ter: em média, 1.615 euros durante as férias de verão. Foram inquiridos os portugueses com períodos de descanso entre julho e setembro.

Quase metade (47%) dos portugueses que vão estar de férias indicam que terão despesas relacionados com a deslocação — e que estas custarão, em média, de 291 euros. Pouco mais de um terço dos inquiridos (35%) vão optar pelo regime de tudo incluído, gastando em média 2 mil euros.

Há ainda outros 23% que escolheram estadias apenas com dormida ou dormida e pequeno-almoço. Neste caso, os gastos só com a estadia deverão ficar, em média, pelos 588 euros. Só 5% terão estadias de meia pensão ou pensão completa, gastando em média 929€.

Já mais de um quinto (24%) pretendem gastar 189 euros em atividades de lazer. No que toca a compras e presentes, 22% prevê gastar 166€. Os residentes na zona Norte, são os inquiridos com despesas mais elevadas em refeições, viagens, estadias, compras e presentes. Na zona Centro os gastos mais elevados serão com viagens com tudo incluído (2473€), enquanto na região Sul se destacam as atividades de lazer (179€).