O pugilista norte-americano Pernell Whitaker morreu atropelado este domingo em Virginia Beach, noticiou o The Guardian. Tinha 55 anos. O atleta foi atingido mortalmente quando atravessava a estrada num cruzamento durante a noite. Em comunicado enviado ao jornal britânico, o Departamento de Polícia de Virginia Beach explicou que, “quando os agentes chegaram ao local, localizaram uma vítima do sexo masculino adulta que havia sido atropelada por um veículo”. “A vítima sucumbiu aos ferimentos no local”, confirmou.

Pernell Whitaker ganhou quatro campeonatos do mundo de pugilismo, incluindo uma medalha de ouro olímpica na categoria de peso ligeiro. De pugilista amador passou a um atleta profissional reconhecido mundialmente, sobretudo nos anos 80 e anos 90. Tinha apenas 1,68 metros, era canhoto e para a história ficam as batalhas frente a Julio César Chávez e Oscar de la Hoya, recorda o jornal desportivo Marca. Reformou-se em 1999, após uma luta com Felix Trinidad.

A família já confirmou a morte de Pernell Whitaker. A filha Dominique escreveu em comunicado: “Quero informar toda a gente que hoje perdemos uma lenda, um dos melhores campeões do boxe, o meu pai Pernell ‘Sweet Pea’ Whitaker”. O filho do atleta também já reagiu à morte de Whitaker: “Era um gajo porreiro. É tudo o que posso dizer sobre ele. Não posso realmente dizer como estou me estou a sentir porque ainda estou em choque. Ainda estou a tentar processar tudo o que está a acontecer. Mas ele era um gajo fixe”, disse ele ao Virginia Pilot