A mostra anual da “Cultura Portugal” em Espanha foi apresentada esta quinta-feira em Madrid com um dos destaques colocados numa “notória representação feminina” que inclui nomes como Cristina Rodrigues, Gisela João, Saskia Moro e Carolina Celas.

Na apresentação da 17.ª edição da mostra, o embaixador de Portugal em Madrid, Francisco Ribeiro de Menezes, referiu também o esforço feito para dar a conhecer nomes menos conhecidos no estrangeiro: “Fazemos uma combinação do clássico com o moderno, do tradicional com a inovação”, disse.

Por seu lado, o responsável pelo setor cultural da embaixada portuguesa na capital espanhola, Pedro Behran da Costa, sublinhou “o apetite” que os espanhóis têm, “cada vez mais”, para consumirem cultura portuguesa.

“É o ano em que há mais eventos — de 26 em 2018 passamos para 38 este ano — e penso que conseguimos mais quantidade mantendo a qualidade”, disse Behran da Costa, na apresentação feita aos jornalistas presentes, principalmente espanhóis. A Cultura Portugal decorre até ao fim do ano em diversas cidades espanholas com uma maioria de eventos a ter lugar na capital, Madrid.

A artista plástica Cristina Rodrigues vai apresentar a sua exposição “Home is the catedral of life”, enquanto a também artista plástica Saskia Moro mostra o livro objeto sobre José Saramago, “As palavras”, e a ilustradora de livros infantis Carolina Celas fará várias apresentações.

Os nomes femininos também incluem um concerto da fadista Gisela João e outro da cantora Maria João que vai atuar com a Orquestra de Jazz de Matosinhos.

Por outro lado, a figura da poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen, que morreu em 2004, estará presente em várias atividades, no âmbito da comemoração do centenário do seu nascimento (1919-2019).

Na área da música, destaque ainda para a presença, pela primeira vez na mostra, do fado de Coimbra, com João Farinha & Fado ao Centro “Sim”, e grupos musicais mais novos no festival Portugal Live, para um público mais jovem.

O grupo Ensemble Eco irá interpretar obras de câmara de compositores e de compositoras da música contemporânea portuguesa dos séculos XX e XXI, num concerto incluído no Ciclo de Música Iberoamericana de Madrid.

Vários seminários e fóruns também vão recordar a importância da primeira viagem de circum-navegação do globo, do português Fernão de Magalhães e do espanhol João Sebastião Elcano, iniciada há 500 anos.

A programação completa da mostra pode ser consultada em www.culturaportugal.com.