Pouco mais de dois dias depois da cerimónia de entrega das estrelas Michelin em Portugal e Espanha para 2020, onde se soube que três espaços portugueses tinham sido “despromovidos”, agora o jornal Expresso avança que as contas não ficam por aí. O célebre restaurante São Gabriel, em Almancil, que viu a sua estrela ser mantida em Sevilha na quarta-feira, fechou portas definitivamente e, desta forma, a representação nacional no “guia vermelho” passa a contar sim com menos quatro astros (três deles algarvios).

Numa mensagem divulgada através da sua página de Facebook, o chef Leonel começa por agradecer (em seu nome e em nome do seu sócio, Delfim João) a toda a sua equipa e aos “fiéis clientes” por “mais um ano de renovação da estrela” — já lá vão sete seguidos — mas logo de seguida passa para “o mais difícil”.

Aproveito o post, para informar que o Restaurante São Gabriel foi vendido. Como tal, chegou ao fim de uma existência de 30 anos como “fine-dining” onde 26 deles foram estrelados!”

Segundo o próprio, já no próximo verão esta casa reabrirá mas com nova gerência e novo conceito, um espaço que, ao que tudo indica, se dedicará à cozinha asiática e não terá “ambição de estrelas”. Pelo menos é esta a informação dada ao cozinheiro pelos novos proprietários, a quem Leonel deseja “as maiores felicidades e sucesso profissional para esta caminhada que vão iniciar.”

Quanto ao seu próprio futuro, o chef que há vários anos tem sido sistematicamente apontado à conquista das “duas estrelas”, diz que vai abrir um novo espaço, o “Check-in Faro”, já no final de janeiro. O Expresso conta que essa nova casa morará no número 40 da Avenida da República, em Faro, claro, e que terá uma carta dedicada a algumas das mais populares criações da carreira de Leonel só que adaptadas à forma de petiscos. O “Check-in Faro” deverá ter capacidade para 26 pessoas, e terá ainda uma esplanada onde caberão mais 30. Só servirá jantares, pelo menos no início, e terá um ambiente mais informal que o do agora extinto São Gabriel.

O restaurante São Gabriel também era casa de outro espaço de comidas, o tailandês Thai Garden, que vai manter-se dentro do novo projeto que aí vem, deixando é de ser coordenado pelo chef. Pereira, conta o semanário, vai manter-se apenas ligado a outro projeto, o Thai Brás, casa mais simples que mora no MAR Shopping Algarve.

Em meu nome e do do Meu “Partner” Delfim Joåo, queremos agradecer em primeiro lugar, a toda a nossa equipa por mais um…

Posted by Leonel Pereira on Friday, November 22, 2019

A notícia deste encerramento é mais um duro golpe para a região do Algarve que, em menos de uma semana, viu desaparecerem três estrelas Michelin de três restaurantes: o São Gabriel — que em 30 anos de vida ligados ao “fine dining” teve uma estrela durante 27 –, o de Henrique Leis e o Willie’s.

O Observador ainda não conseguiu falar com o chef Leonel.

Em atualização