O treinador do Flamengo, Jorge Jesus, chegou esta terça-feira a Portugal e à chegada garantiu que irá voltar ao Brasil após um mês de férias em Portugal. Questionado sobre se tem clubes interessados nos seus serviços, Jesus respondeu: “Tenho, o Flamengo”. O treinador campeão sul-americano garante que vai cumprir o contrato com o Flamengo até junho e depois logo verá como prossegue a carreira.

Na conferência de imprensa da antecipação da final do Mundial de Clubes — que o Flamengo de Jesus perdeu para o Liverpool de Jürgen Klopp — Jesus disse que ficaria no Flamengo a não ser que recebesse um convite de “cinco clubes da Europa”. À chegada ao Aeroporto de Lisboa o treinador não quis especificar que clubes são esses: “Há cinco ou seis equipas na Europa que nos podem dar a oportunidade de ganhar uma Champions, vocês sabem quais são”. É isso que Jesus quer para a sua carreira depois de ganhar a Libertadores, ganhar a Champions.

Apesar desta exigência imediata de treinar um clube de topo europeu, Jorge Jesus não rejeita voltar a treinar um clube português. “Para nós Portugal é sempre uma possibilidade“. O treinador do Flamengo foi ainda questionado sobre se, depois de ganhar a Libertadores, é o melhor treinador português. Jesus respondeu que isso “é um pouco subjetivo”. E acrescentou: “Tu és melhor se ganhares títulos. Ganhámos o que tínhamos para ganhar.”

Jorge Jesus acredita que facilitou a ida de treinadores portugueses para o Brasil (casos de Augusto Inácio e Jesualdo Ferreira) e diz que “agora há que mostrar o que nós [os treinadores portugueses] somos, que somos os melhores do mundo.”