Foi detida a mulher que agrediu esta quarta-feira uma juíza e uma procuradora do Tribunal de Família e Menores de Matosinhos. Segundo notícia da TVI, a arguida foi conduzida ao Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo, na mesma localidade, e está indiciada por ofensas à integridade física das duas magistradas.

As magistradas foram alvo de agressões durante uma audiência de regulação de poder parental. A alegada agressora, uma mulher de 39 anos, será presente esta quinta-feira ao juiz de instrução criminal.

A presumível agressora terá arranhado uma procuradora do Ministério Público e destruído o conteúdo do seu gabinete. Ao sair dessa mesma divisão foi abordada por uma juíza que também terá sido agredida, tendo ficado igualmente com arranhões na cara.

A agressora foi detida de imediato e as vítimas não necessitaram de assistência hospitalar.