Vai ser através da Volkswagen Group Components que a marca alemã vai comercializar aquilo que denomina postos de carga flexíveis. Essencialmente, são estações de carga que podem servir até quatro veículos em simultâneo, com a energia que têm armazenadas em baterias com 360 kWh de capacidade.

O termo “flexível” deve-se ao facto de estes novos postos poderem funcionar de forma independente, para servir temporariamente condutores, por exemplo durante eventos como espectáculos musicais ou desportivos. Mas o mesmo equipamento possui um sistema de gestão de energia que lhe permite estar ligado à rede, para assim recarregar as baterias, podendo assim funcionar em zonas que não têm condições para fornecer potências de 100 kW, ou de 400 kW caso sejam quatro veículos em simultâneo.

Além de recarregar automóveis eléctricos, estes postos podem alimentar trotinetas e motos eléctricas, bem como qualquer tipo de veículo a bateria destinado a propor alternativas para a mobilidade urbana. Interessante para a marca, que também vai criar uma gama de veículos com esta finalidade.

A Volkswagen anunciou que a produção deste equipamento vai começar ainda em 2020, em Hanôver, com o objectivo de ser incrementada quando começarem a existir baterias usadas no mercado. Isto será mais evidente dentro de uns anos, uma vez que estes postos estão pensados para utilizarem os mesmos módulos de células utilizados pelas plataformas MEB, que vão equipar a esmagadora maioria dos eléctricos do grupo.