Os países da União Europeia que têm maiores índices de produtividade são os que têm cargas horárias menos pesadas. De acordo com o Jornal de Notícias, que se baseia em dados do Eurostat, Portugal tem uma carga horária (39,5 horas por semana) acima da média da UE (37,1) e é dos países menos produtivos (74,5): apenas a Bulgária, a Roménia, Letónia, Hungria e Croácia têm índices inferiores.

A Irlanda é o país com maior produtividade (194,6) — quase três vezes superior à de Portugal —, sendo que a carga horária semanal é de 36,5 horas, menos três horas que em Portugal. Seguem-se o Luxemburgo e a Bélgica: este último país tem um índice de produtividade de 129,9, quase menos 65 pontos que a Irlanda, e trabalha quase mais uma hora (37,2).

Os Países Baixos são os que têm menos horas de trabalho por semana (30,4), mas não deixam de ter uma produtividade superior à média da UE (110,4).