É um fenómeno de popularidade e de longevidade na televisão norte-americana e face à atual crise de saúde pública que o mundo atravessa, em particular os Estados Unidos onde o número de novos casos de Covid-19 não param de escalar, também quis demonstrar o seu apoio. Na última semana, Krista Vernoff, produtora executiva da série “Anatomia de Grey”, anunciou que todo o material hospitalar usado como adereço nas filmagens será doado a hospitais e centros de saúde, de forma a colmatar a falta de equipamento médico na luta contra o novo coronavírus.

O donativo traduziu-se num conjunto de centenas de batas, máscaras, luvas e outros equipamentos. A série que há 15 anos retrata o dia a dia de um hospital em Seattle não foi a única a contribuir. Também o spin-off “Estação 19” doou material. “Na ‘Estação 19’ tínhamos 300 máscaras N95 que doámos ao nosso quartel de bombeiros local. Eles ficaram muito gratos. Na ‘Anatomia de Grey’ temos um stock de batas e luvas que também estamos a dar”, informou Vernoff via comunicado.

Nos últimos dias, Ellen Pompeo (que há 15 anos protagoniza a série “Anatomia de Grey”), tem partilhado mensagens de apoio aos profissionais de saúde no seu Instagram. “Muitos de nós temos o privilégio de estar em quarentena e de nos mantermos saudáveis, mas nenhum de vocês tem esse privilégio, porque têm de estar na linha da frente”, afirmou num vídeo.

View this post on Instagram

With Love and gratitude ❤️????????.

A post shared by Ellen Pompeo (@ellenpompeo) on

À semelhança das produções da ABC, também a serie da Fox “The Resident” fez uma doação do material médico usado nas gravações a um hospital em Atlanta. “The Good Doctor” seguiu o mesmo exemplo. É de recordar que muitas destas produções viram as filmagens suspensas após o estado da Califórnia ter entrado em quarentena.