O presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos, disse esta quinta-feira à SIC, que todos utentes do Lar de Nossa Senhora das Dores estão a ser retirados, depois de terem sido detetados mais 25 idosos e funcionários com Covid-19, elevando para 45 o número de infetados nesta instituição. Todos os utentes vão ser transferidos para o “Centro Hospitalar Trás-os-Montes e Alto Douro.

Depois de 13 utentes e sete funcionários terem dado positivo para Covid-19, e terem sido retirados daquele espaço, foram realizados na quarta-feira mais 75 testes aos residentes e colaboradores desta instituição particular de solidariedade social. O autarca ressalvou que, até agora, são apenas conhecidos “29 dos 75 testes e, desses, 25 deram positivo”.

“Estranhamente, só passado 25 horas é que obtivemos os primeiros números e os números são assustadores. Em 29 testes, 25 deram positivo. Em 29, 25 pessoas dentro deste lar estão infetadas. Faltam ainda os restantes testes e se a proporção se mantiver significará que cerca de 60 a 70 pessoas estão infetadas. Esta é uma situação que se prolonga há alguns dias“, afirmou o autarca.

Na quarta-feira, já tinham sido retirados os idosos que estão infetados com (11 os que estão ali, dois já tinham sido levados para o hospital). Esses 11 idosos foram levados, de ambulância, para o hospital militar do Porto.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 0h de quinta-feira e até às 23h59 de 2 de abril e esta quinta-feira registava 60 mortes e 3.544 infeções associadas à Covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde.