As altas hospitalares de pessoas afetadas pela covid-19 na Bélgica nas últimas 24 horas superaram, pela primeira vez, o número de hospitalizações desde que começou a pandemia, informou este domingo o instituto belga de saúde Sciensano.

No total, foram necessários 499 internamentos para a covid-19, enquanto 504 pacientes receberam alta, segundo o instituto.

Atualmente, existem 5.735 camas ocupadas por doentes infetados com covid-19 nos centros hospitalares belgas, dos quais 1.261 estão nos cuidados intensivos.

Um outro dado que o Sciensano considera positivo é que nas últimas 24 horas a ocupação nos cuidados intensivos só aumentou em 16 pessoas.

No que diz respeito ao número de mortos com coronavírus, desde sábado houve 164, o que eleva o número total para 1.447.

Quanto aos casos, foram confirmados 1.260 novos nas últimas 24 horas, elevando o número total para 19.961.

O jornal “Le Soir” lembra hoje que, embora a tendência positiva dos últimos dias seja confirmada, os números que chegam nos finais de semana “devem sempre ser analisados com cautela, pois alguns dados demoram mais a serem transferidos”.