O Conselho de Administração dos CTT – Correios de Portugal, SA informou esta segunda-feira que já não vai propor à Assembleia Geral de Acionistas a distribuição de dividendos relativos ao exercício de 2019, como previsto, segundo uma comunicação da empresa à CMVM.

“Dada a incerteza económica e a ainda pouca clara noção sobre a gravidade da crise da Covid-19, e apesar da sólida posição do Balanço de que a empresa dispõe atualmente, o Conselho de Administração considerou relevante, tanto para a empresa como para os seus stokeholders, reverter a sua intenção de propor à Assembleia Geral de Acionistas um dividendo de 0,11 por ação, anteriormente divulgada ao mercado”, é referido na nota.

É também adiantado que o Conselho de Administração vai propor à Assembleia Geral anual que “o resultado líquido de 2019 seja destinado a integrar Resultados Transitados e, adicionalmente, que não seja alocada parte dos lucros do exercício aos trabalhadores e administradores executivos dos CTT”.